Ricardo é o cara e o resto é o resto



 

É incrível como Ricardo Coutinho, sem caneta e sem mandato, desperta a atenção de jornalistas e internautas, é assunto em rodas de discussões, ocupa manchetes e pauta, durante semanas, a imprensa falada, escrita e televisionada.

De domingo pra cá, por exemplo, a caixa de recados do ex-governador deixou de funcionar por excesso de mensagens. De todos os quadrantes do Estado aportaram no endereço eletrônico de Ricardo Coutinho felicitações pelo seu aniversário. De Cabedelo a Cachoeira dos Índios a pancada do bombo foi uma só: O aniversário de Ricardo.

Até os programas de rádio editados única e exclusivamente para detonar o ex-governador passaram o tempo todo falando do aniversário dele. De bem ou de mal, não importa, falaram. E ninguém fala do que não existe. Só falam de Ricardo porque Ricardo é assunto, incomoda, desperta sentimentos, faz adversários tremerem nas bases, perderem o sono e sonharem pesadelos.

– Mas os políticos, os gravatudos, os senhores feudais não se lembraram do aniversário dele -, hão de dizer os analistas.

Isso não tem nada demais.

Ruim seria Ricardo ser festejado pelos traíras de sempre.

Veja aqui uma pequena mostra das mensagens enviadas a Ricardo Coutinho:





Comentários


Comentar


Sidebar Menu