Promotoria cobra investigação sobre supostas irregularidades no Hospital Napoleão Laureano




A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de João Pessoa-PB, cobrou a resolução e uma série e de supostas irregularidades envolvendo a atual gestão do Hospital Napoleão Laureano, na capital. As investigações versam sobre uma denúncia anônima encaminhada pela Controladoria Geral da União em que aponta entre as irregularidades ausência de medicamentos, bem como a celebração de contratos com conflitos de interesses.

Entre as irregularidades apontadas pelo promotor Alexandre Jorge do Amaral que assina o procedimento administrativo, a por exemplo, o contato de terceirização dos serviços de diagnósticos por imagem celebrado entre s referido hospital com a clínica Azul Arruda Ltda.

Por outro lado, o promotor apontou também o relatório de vistoria 79/2019 encaminhado pelo Conselho Regional de Medicina CRM, em que foi constatado a insuficiência de prestação de serviços de saúde, em oncologia por falta de insumos, quimioterápicos, equipamentos danificados, bem como uma levada demanda de pacientes, além de indícios de gestão temerária que culminou na instauração do referido inquérito.

 

Veja o inquérito:




Comentários


Comentar


Sidebar Menu