“É tudo factoide”, dispara Ricardo Coutinho sobre demonstração de união das oposições na PB




Governador ainda disse que os integrantes do grupo têm interesses particulares e ainda o procuram para conversar

Por: Blog do Gordinho

O governador Ricardo Coutinho (PSB) não poupou críticas à demonstração de união que o grupo das oposições na Paraíba fez no último sábado (11), em João Pessoa, durante congresso do PSDB, que reuniu representantes de várias legendas no Estado. Em discurso uníssono, o grupo pregou o fim do ciclo do PSB no comando do Governo da Paraíba, mas o gestor socialista colocou em dúvidas a harmonia registrada no evento.

“Eles não apresentaram nada, é tudo factoide. Eles continuam desconfiando um dos outros da mesma forma. Eles continuam querendo conversar comigo da mesma forma. Então, isso é conversa fiada”, falou o socialista, sem detalhar quem estaria tentando se aproximar do Governo. Ricardo ainda alfinetou que, apesar da demonstração, os integrantes do grupo têm interesses particulares. “Os que eram, vão continuar desconfiando e jogando cada um para o seu time para tentar ver quem chega até as eleições”.

Sobre o apoio do PMDB ao PSB, o governador afirmou que não pensa no assunto e declarou que vai deixar “a água rolar por baixo da ponte” e enfatizou que ao aliados do governo não perderam nada.

Ricardo Coutinho ainda comentou a sugestão de fim do ciclo do PSB na Paraíba. “Se eles querem acabar com a escola de ensino integral; se eles querem acabar com Gira-Mundo; se eles querem a extensão da Rede Pública Estadual de Saúde, como fizeram com Trauminha, em João Pessoa; se eles querem isso, o povo que decida. Eu tenho certeza e sei qual será a decisão do povo”, enfatizou.

As declarações do governador ocorreram nesta segunda-feira (13), durante a abertura das matrículas da Rede Estadual de Ensino para 2018 e o anúncio da expansão das Escolas Cidadãs Integrais. A partir do próximo ano serão 100 escolas no Estado funcionando no modelo integral. “É um grande avanço na Educação. Passamos de 33 para 100 escolas com ensino integral. Dessa forma, os alunos vão estudar os dois turnos e terão a oportunidade de adquirir mais conhecimentos”, pontuou Ricardo Coutinho.




Comentários


Comentar


Sidebar Menu