Desempregados há um ano vão ficar sem ajuda do ‘coronavoucher’



 
Quem estava empregado em 2018, há quase um ano e meio atrás, está fora do auxílio
Tiago Vasconcelos 
Alagoas tem pior outubro desde 2004, na geração de empregos
Foto: Ascom Sete

A legislação aprovada no Congresso vai deixar sem acesso ao auxílio de R$600 do coronavoucher milhares de desempregados que buscam trabalho há mais de um ano. É que um dos itens proíbe o pagamento, hoje, em abril de 2020, a quem estava empregado em 2018, há quase um ano e meio atrás. O item perverso e sem sentido foi aprovado por deputados e senadores e não está entre itens vetados pelo presidente.

Não importa se está desempregado há mais de um ano, quem ganhou R$28.559,71 (cerca de R$ 2,2 mil mensais), em 2018, ficará sem nada.

Estão fora ainda aposentados, pensionistas, que têm renda familiar acima de 1/2 salario mínimo por pessoa ou três salários mínimos no total.

O motivo do corte, mais uma vez, é a falta de cadastro, pois os dados de renda da Receita, utilizados para cruzamento, são relativos a 2018.

Diariodopoder.com.br

 





Comentários


Comentar


Sidebar Menu