PSB Nacional aguarda formalização de renúncias para tomar providências na Paraíba




Dos sete membros da comissão provisória nomeada na noite de ontem pela executiva nacional do PSB, quatro recusaram os cargos: o governador João Azevedo, o senador Veneziano Vital do Rêgo, o secretário de Governo e ex-presidente da sigla na Paraíba, Edvaldo Rosas, e a secretária de Mulheres, Valquíria Alencar não querem fazer parte da nova composição da legenda. Diante disso, o ParlamentoPB procurou a direção nacional do partido para saber se a recusa coletiva geraria uma nova “autodissolução” a exemplo do que foi registrado no dia 16 de agosto, quando a maioria do diretório estadual renunciou e causou a destituição daquela instância.

A resposta obtida para a questão foi a seguinte:

Caso alguém não queira formar parte da comissão precisa formalizar a sua renúncia à Direção Nacional, já que foram nomeados para integrar o colegiado. Quando – e se – o fizerem, o partido definirá as providências a serem tomadas.

 

Parlamentopb.com.br

 

 





Comentários


Comentar


Sidebar Menu