O céu em Portugal - Marcos Pires.



Viemos a Portugal para as celebrações de N. S. de Fátima e mais uma vez nossos amigos portugueses nos levaram ao excelente restaurante Tia Alice, ali perto da Basílica. Desta vez, depois de uns bons vinhos, o amigo Nuno contou que São Pedro recebeu 3 homens no céu. Perguntou ao primeiro deles qual seria sua religião. Ao saber que era budista, encaminhou-o à porta número 8 mas recomendou que não fizesse barulho ao passar em frente à porta número 5. O segundo homem identificou-se como muçulmano e São Pedro mandou que ele fosse à porta de número 10, mas novamente recomendou que não fizesse barulho ao passar pela porta 5. Quando o último dos três homens disse que era batista, São Pedro disse que sua porta seria a de número 7, e mais uma vez recomendou não fazer barulho ao passar pelo número 5. Curiosos, os 3 perguntaram por que aquela recomendação. São Pedro sorriu bonachão e confessou: “- É que lá estão os católicos. Eles pensam que são os únicos por aqui”.

João Paulo, nosso amigo milionário, já mais pra lá do que pra cá, contou a sua. Disse que um dia Jesus foi fazer um passeio no paraíso à procura do seu pai, José, que ele nunca mais tinha visto depois de sua morte. Avistou um velhinho que esculpia numa tora de madeira e perguntou qual sua profissão na terra. O velhinho baixou os óculos à ponta do nariz e disse que havia sido carpinteiro. Jesus emocionado perguntou se ele tivera filhos na terra, e quando o velhinho confirmou que tivera apenas um filho, Jesus em lagrimas balbuciou: “- Papai!”, ao que o velhinho respondeu: “- Pinóquio?”.

Sinceramente, leitores, se eu não soubesse da tremenda fé dos amigos teria ficado chateado, mas o humor português é assim.

Mas eu saí por cima. Contei que Deus convidou um rabino para conhecer o céu e o inferno. No inferno havia um salão com uma panela no centro, onde cozinhavam um excelente manjar, mas as pessoas ao redor estavam tristes e famintas porque tinham colheres com cabos muito compridos, que lhes permitiam pegar a comida mas não dava para alcançar suas bocas. De volta ao céu o rabino viu a mesma cena só que as pessoas estavam bem alimentadas e felizes. Deus explicou: “- É que aqui as pessoas aprenderam a dar comida umas às outras”.

Rezei por vocês em Fatima.





Comentários


Comentar


Sidebar Menu