Viva hoje; pois não há como prever como "as águas de março" irão "fechar o nosso verão". - Leila Araújo



 Estava aqui pensando o quanto 2019 está me ensinando "a duras penas" o quanto nossa existência é efêmera.

Cada dia, cada notícia, cada acontecimento; ratifica que preciso (precisamos) viver mais; com mais intensidade, mais verdade, mais doação, mais loucuras, mais realizações..

É como muitos já cantaram, e em prosas e versos declamaram: Não guarde a roupa nova, não deixe de dizer que ama; se doe; perdoe!

Faça a viagem dos sonhos, torne real o amor proibido, tome um vinho, faça as pazes com o vizinho...

Compre seu carro, complete sua coleção, seja criança, reveja os amigos, visite os parentes. ..

Tome banho de chuva!

Cante pelas ruas!

Toque uma campanhia e saia correndo!

Ria de você; ria dos outros - Respeite; respeite-se!

Tome um porre de você, do que te faz bem, do que te deixa feliz.

Porque de repente um pneu estoura, uma barragem se rompe, um alojamento pega fogo, um ônibus capota; uma chuva torrencial...

Uma bala nos acha, o coracao para, um helicóptero cai...

Viva segundo as suas crenças e deixe o outro viver as dele; não julgue, não perca tempo; crie a esperança dos reencontros.

Pai, mãe, irmãos, amigos... Reconheça a importância de todos, e suporte em amor a individualidade de cada um.

Sorria mais!

Conte mais piadas!

Esbraveje se necessário, mas depois lute pela calmaria, pela paz, pela harmonia. ..
Viva! Só estamos em fevereiro, e tantos já se foram; num sopro, num instante..
Viva hoje; pois não há como prever como "as águas de março" irão "fechar o nosso verão".

Bom dia, pessoas!





Comentários


Comentar


Sidebar Menu