ELEIÇÕES 2018: Na Paraíba todos os vices poderão ser mulheres! – Por Rui Galdino Filho



Por Rui Galdino Filho

 

 

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Estamos caminhando para a fatídica data de 07 de abril próximo, data importantíssima, pois, até lá, existem 03 prazos fatais: prazo final para as desincompatibilizações, prazo final para a tal janela partidária e prazo final para filiações partidárias daqueles que pretendam ser candidatos nas eleições deste ano. Portanto, até esta data, muitos fatos e surpresas acontecerão no tabuleiro da política paraibana e brasileira.

Com relação aos futuros vice-governadores, que comporão as chapas do governo e das oposições em nosso estado, deveremos ter um fato marcante, ou seja, a presença feminina em todas as chapas na condição de vice. Nos últimos tempos, já foram especulados os seguintes nomes: Fátima Bezerra, Micheline Rodrigues, Maisa Cartaxo, Mirna Wanderley, Daniela Ribeiro, Ana Cláudia e a atual vice-governadora, Lígia Feliciano.

 

 

A Dra. Fátima Bezerra, esposa do senador Maranhão, é desembargadora do TJ/PB, por isso, para que pudesse galgar a condição de vice-governadora em alguma chapa, teria que se aposentar e está filiada a algum partido até o dia 07 de abril, fato esse, que entendo pouco provável e basicamente impossível a esta altura do campeonato. Além disso, o seu esposo, é candidatíssimo ao governo do estado pelo MDB e está bastante animado.

 

 

Para agradar o prefeito Cartaxo e tê-lo ao seu lado, está também sendo ventilado o nome de sua esposa, Maisa Cartaxo, que poderá compor na condição de vice-governadora em umas das chapas da oposição, bem como, do governo. Fato semelhante, também acontece com a Dra. Micheline Rodrigues, esposa do prefeito Romero Rodrigues, da cidade de Campina Grande.

A deputada Daniela Ribeiro, filha do grande Enivaldo, também tem seu nome cogitado para ser vice-governadora em qualquer chapa, seja do governo ou da oposição, vai depender das conversas futuras. A esposa do deputado Veneziano, Ana Cláudia, também está cotada para ser vice-governadora de João Azevedo, ou até mesmo de José Maranhão, tudo vai depender das cenas políticas que virão.

 

 

Também se especula o nome de Mirna Wanderley, esposa do prefeito de Patos, Dinaldinho Wanderley. Trata-se de uma jovem aguerrida, que vem surpreendendo a todos, representante do sertão paraibano e que poderá figurar como vice-governadora em chapas da oposição, bem como do governo. Tudo vai depender dos próximos fatos políticos em nosso estado. Fala-se também no nome de Poliana Dutra ( PT ), ex-prefeita de Pombal, que pode ser uma opção caseira do grupo do Governador representante do sertão.

E a vice-governadora Lígia Feliciano? Eis a questão! Outra grande mulher que também está no páreo. Porém, o destino político de Lígia, só vamos saber depois do dia 07 de abril. A quem diga, que Lígia, vai ficar no cargo e ser a vice de João Azevedo. Outros dizem, que Lígia, poderá romper com o governador, e mesmo ficando no cargo, deverá ser a vice de algum candidato da oposição. E se Lígia, assumir o governo? Aí muda tudo. O fato, é que seja na oposição ou no governo, os futuros vices, deverão ser MULHERES!




Comentários


Comentar


Sidebar Menu