Agora só resta saber: quem pagou a conta do comício? - Francis Lopes de Mendonça



 Agora só resta saber: quem pagou a conta do comício? Ou o comício foi promovido com o dinheiro dos nossos impostos, utilizando o aparelhamento partidário do executivo da Paraíba e inconsequente inchamento clientelista da máquina do poder para funcionários comissionados comandarem o manifesto de apoio ao ato eleitoreiro ilegal do metalúrgico fútil?

Quem realmente pagou a conta do aparato montado para o muambeiro inaugurar o São Francisco, uma obra que se arrastou feito lesma por mais de dez anos com denúncias de superfaturamentos de mais de 300 milhões, erros de planejamento e contratos eivados de aditivos suspeitos?

Ou então o palanque, as tendas, o equipamento de som, as grades de proteção, o jatinho e uma frota de ônibus de luxo para levar aclamação até os ouvidos do muambeiro foram custeados por "sentimento de gratidão", como se na Paraíba os fornecedores não quitassem as faturas mediante pagamento em dinheiro.

Ou o Doutor Honoris Causa por formação de quadrilha dispõe de mecenas dispostos a bancar no caixa dois sua campanha populista fora de época? Eu só queria entender. "Pão e circo para o povo ignóbil" é uma máxima antiga dos romanos e tão bem aplicada por esses especialistas na arte de manipular a massa de manobra.

Mas parece que a máxima é muito mais bem aplicada por quem tem as raízes fincadas no partido dos petralhas, esse mesmo partido que passou 13 anos fazendo negociatas de gabinete com a direita reacionária e dividindo amplamente o poder e as roubalheiras com o partido dos pmdbtralhas numa desenvoltura de uma sem-vergonhice sem fim. E que não me digam que faço um discurso de ódio. É discurso de revolta e nojo! Vejam as imagens veiculadas do comício abaixo e tirem vocês mesmos suas próprias conclusões.





Comentários


Comentar


Sidebar Menu