Vidente cego - A União de Maranhão, Cássio, e Cartaxo e a matemática conspirando contra




Há três líderes donos de muitos votos no Estado : RC, Cássio e Maranhão. Luciano Cartaxo é o aspirante mais promissor à quarta colocação.

Cartaxo procura unir-se a dois para desequlibrar a divisão dos pesos e enfrentar o terceiro, o mais devorador. Todos desconfiam das boas intenções de todos mas já se entenderam quando era para eliminar um deles e garantir a própria sobrevivência.

RC sempre desejou eliminar seus rivais para reinar sozinho e soberano, usando uns contra os outros e impondo derrotas a todos. Brigando ao lado de RC, os demais ganharam com ele e nada levaram. Ou seja : RC sabe matar mas ainda não aprendeu a morrer.

Agora, todas as vítimas de RC querem se unir. Não é pela amizade nem pela confiança recíproca : é pelo instinto de sobrevivência. Mas o medo assusta : nem RC nem Cartaxo respeitam as amizades ou cumprem compromissos, são esquisitos demais.
Mas, o que desajuda mesmo na tríplice aliança da Capital é a matemática. Ela contabiliza vantagens numéricas na associação de Maranhão com RC. O xadrez passa por Campina e Veneziano, Patos e Guarabira, o senador Lira e, de modo especial, o futuro próximo de 2018, o PMDB e o vazio de quadros. Maranhão faz as contas. E RC se anima.





Comentários


Comentar


Sidebar Menu