Fobia-crime? - Virgolino de Alencar




Em todos os dicionários que consultei, inclusive o etimológico, fobia é definida como medo, pavor, transtorno psíquico. Em nenhum é dada a acepção de ódio, rejeição repulsiva, enquadrável como crime.

Depreende-se, claramente, que fobia é doença, mal a ser tratado. Acrofobia(medo de altura), Aerofobia(medo de voar), Fotobia(medo da luz), Fobia Social ou Agorafobia(medo do mundo exterior), tendo até a "Fobofobia"(Medo de adquirir uma fobia).

Desse modo, ao se acusar uma pessoa de fóbico e achar, por absurdo, que a pessoa deva ser punida, há que se provar, através de especialista, que o indivíduo acusado tem o transtorno e, se comprovado que perturba a paz social, a lei obriga deverá impor o tratamento.

Por aí, essa barulhada toda em torno da homofobia, com lei que só o Brasil costuma editar, está se trilhando por vias absurdamente contrárias à lógica e à definição léxica de um verbete, enquadrado como crime.

Se, repito, provado cientificamente que um indivíduo é homofóbico(tem medo de pessoa do mesmo sexo- essa é acepção correta), cabe pedir assistência médico-psicológica, tratamento de saúde.

Querer punir de pronto com prisão, confinamento penal, não faz o menor sentido dentro da lógica do próprio direito e da justiça.

Pensa bem nisso, gente, para que a discussão se torne séria, não misturando com o preconceito, que se situa em outro mandamento jurídico e cabe outro tipo de demanda, de provas, de julgamento.





Comentários


Comentar


Sidebar Menu