Eduardo Campos confirma conversa com Cássio, mas não fala em aliança para 2014

 Eduardo confirma conversa com Cássio, mas não fala em aliança para 2014 Em passagem por Campina Grande, o governador de Pernambuco, e pré-candidato a Presidente da República pelo PSB, Eduardo Campos, confirmou que conversou com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), mas não falou em aliança para 2014. Eduardo esteve na em Campina Grande para um encontro com empresários do Estado. Antes do compromisso oficial, o socialista pré-candidato à presidência do Brasil, pelo PSB, concedeu uma entrevista coletiva na sede da Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande.

O socialista chegou na Rainha da Borborema no final da tarde acompanhado do governador Ricardo Coutinho. Um grupo de manifestantes ainda tentou fazer um protesto em frente a Associação Comercial com faixa e cartazes, mas não impediu a entrada da comitiva. Eduardo falou sobre diversos assuntos, inclusive sobre a aliança entre o Estado da Paraíba e Pernambuco, para parceria comercial.

Sobre política, o governador confirmou que há um contato contínuo com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), mas que, no momento, o PSB não está focado na construção de aliança e sim, em torno, da construção de uma proposta para governar o país. Acompanhando o socialista estavam o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchôa, e os presidentes da ACCG, Álvaro Barros, e da FACEPB, o empresário Alexandre Moura.

De acordo com o presidente do diretório municipal do PSB em Campina Grande, Fábio Maia, a palestra de Eduardo foi proveitosa, pois ele falou sobre as experiências implantadas em Pernambuco na área econômica. "Eduardo tem uma larga experiência como administrador. A sua gestão trouxe grandes benefícios para Pernambuco. Prova disso é o que vemos hoje, um Estado que desponta para todo país com um amplo desenvolvimento, com um crescimento jamais visto. Na palestra ele procurou fazer um retrospecto de como conseguiu alcançar índices tão significativos para seu Estado, e perspectiva para desenvolvimento do país e do Nordeste", disse.

Conforme explicou Fábio Maia, a pré-candidatura a presidente de Eduardo Campos avança, e um dos seus desafios no momento, é repassar para a população suas ideias, mostrando o que pode fazer pelo país.

PBAgora




Comentários


Comentar


Sidebar Menu