Será que Cartaxo vai enfrentar todos em 2018? - Rui Galdino Filho



R Será que Cartaxo vai enfrentar todos em 2018?
Rui Galdino Filho Galdino <ruigaldino@hotmail.com>

CARTAXO CONTRA TODOS: Será que a façanha de Cartaxo de 2012, vai se repetir em 2018? – Por Rui Galdino

 

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. A política é realmente muito dinâmica. A nível estadual, em 2010, Cássio, furioso com Maranhão, em virtude da sua cassação, aliou-se a Ricardo, para derrotar Maranhão. Lembram? Em 2014, Maranhão, deu o troco, e aliou-se a Ricardo, para derrotar Cássio. Lembram? Nesse meio termo, eis que surge um nome novo, chamado Luciano Cartaxo, que em 2012, sozinho, derrotou a todos ( Cássio, Ricardo e Maranhão juntos ) e em 2016, com o apoio de Cássio e Maranhão, derrotou Ricardo, nas eleições municipais da capital. Lembram?

 

Pois bem. Agora estamos em 2018, mais uma eleição estadual se aproxima, e quando se imaginava que Cássio, Maranhão e Cartaxo, iriam caminhar juntos, para tentar derrotar o governador Ricardo, através do prefeito Luciano Cartaxo, liderança nova e em ascensão, eis que surge dois grandes empecilhos dentro da oposição: Maranhão e Romero, que se dizem também pré-candidatos ao governo, e com isso, dividindo a oposição e deixando Cartaxo, numa saia justa, próximo ao prazo de desincompatibilização.

 

Existe ou não um acordo entre eles, no sentido de caminharem juntos, com apenas um candidato, que esteja melhor posicionado nas pesquisas de opinião? Então, partindo do princípio, que o melhor e mais competitivo candidato dentro da oposição é Luciano Cartaxo, por que Maranhão e Romero, estão tumultuando o meio de campo, se dizendo pré-candidatos também? Será que vão isolar Cartaxo, o melhor e mais competitivo candidato da oposição? Finalmente, o que está havendo entre eles?

 

Enquanto isso, o governador Ricardo Coutinho, que está bem avaliado no seu governo e perante à opinião pública, tenta emplacar o nome de João Azevedo, um novato em campo, mas que foi e continua sendo, o principal mentor de todo o sucesso das administrações de Ricardo Coutinho. Dentro do governo, o “calo” estava sendo a vice-governadora Lígia Feliciano, porém, já soube que chegaram a um denominador comum, ou seja, João, vai ser o governador tampão e candidato à reeleição, Ricardo, vai disputar o senado e Lígia, será sua 1ª suplente.

 

É aquela famosa “Operação Azevediana” que já havia dito que estava em andamento e que agora está se sacramentando nos bastidores do governo. Então, caminhamos para o seguinte quadro: MDB e PSDB juntos, em torno da candidatura de José Maranhão, para o governo, Lira e Cássio para o senado. PSB, PDT, PT, DEM, PTB, etc, em torno de João Azevedo, para o governo e Ricardo para o senado. E Luciano Cartaxo, isolado! Será isso mesmo que vai acontecer?

 

De todos os pré-candidatos a governador, dos grupos políticos que até agora estão aí, o único que já teve a coragem e experiência de derrotar e vencer os demais grupos políticos juntos, foi Luciano Cartaxo, nas eleições municipais de 2012. Cartaxo, que na época era do PT, derrotou o PSDB, o PMDB e o PSB. Lembram? Será que a façanha de Luciano Cartaxo, que está no PSD e deverá ir para o PMN em breve, poderá se repetir em 2018, agora, numa eleição estadual?

 

Sempre defendi uma união política entre Cartaxo e Ricardo, porém, creio que a esta altura do campeonato, visando 2018, não será mais possível. Agora, não entendo porque o PSDB de Cássio e Romero e o MDB de Maranhão, estão querendo isolar Luciano Cartaxo! Não brinquem com Cartaxo, ele já demonstrou que não tem medo de nada, que é bom de urna e não teme desafios.

 

Acho o estilo de Luciano Cartaxo, muito parecido com o de Ricardo Coutinho, aliás, ambos vem de uma mesma origem e escola partidária, ou seja, o velho PT de guerra! Gente, sempre acreditei no destino, pois, o que tem para acontecer, tem realmente, muita força! Às vezes, não entendemos quando os fatos conspiram ao contrário do que imaginamos, porém, isso acontece para que novos ventos apareçam e nos conduza a um porto seguro. Para isso, é preciso sentir o que diz o coração, saber ouvir a voz do tempo e acreditar que nada acontece por acaso.


Essa eleição de 2018, depois de tanta safadeza e corrupção que vem acontecendo em nosso país, vai ser uma eleição bastante diferente, um grande divisor de águas. Quem achar que a união de A com B, para derrotar C ou vice versa, será importante, como já aconteceu na Paraíba, desta vez vai sobrar na curva e quebrar a cara. O povo está vendo tudo e já está sabendo quem é quem. Por isso, deveremos ter muitas renovações e surpresas.

 

Não brinquem com o povo!

Como vamos votar em 2018? - Rui Galdino Filho




Como vamos votar em 2018? Prá que 513 deputados federais? Prá que 81 senadores? Prá que 40 Ministérios? Por Rui Galdino Filho

 Por Rui Galdino Filho ( advogado e jornalista )

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Estamos chegando nos dias finais do ano de 2017. Que ano! Na verdade, um ano de muitas mudanças, bastante confuso e nenhum melhoramento na nossa economia. Um ano em que a Operação Lava Jato e outras operações semelhantes pelo Brasil a fora, mostraram para todo o povo brasileiro, um pouco da roubalheira e da corrupção que existe em nosso país a muito tempo e que só nos últimos anos está vindo à tona.

 Digo um pouco, por que até agora, foi descoberto e mostrado apenas a ponta desse ice-berg da corrupção brasileira. Lembram daquele dinheiro todo, cerca de 51 milhões em cédulas, que foi encontrado por acaso naquele apartamento em Salvador? Pois bem, já imaginaram quantos outros milhões e bilhões, dinheiro roubado do povo brasileiro, não estão entocados e escondidos por aí, dentro e fora do Brasil, que ainda não foram descobertos, fruto de toda esta safadeza e corrupção em nosso país?

 Minha gente, quem rouba pesado o povo brasileiro, não são os “ladrões de galinhas”, que estão superlotando os presídios da nação. Quem está roubando descaradamente o nosso país a muito tempo, são a maioria dos nossos políticos, que se dizem nossos representantes, em conluio com empresas, construtoras, bancos, empreiteiras, etc, etc, etc… Brasília, não é apenas a capital federal, é acima de tudo, o paraíso de toda esta safadeza e corrupção que tem feito o povo brasileiro sofrer e morrer a muito tempo.

 Gente, dizem que cerca de 40% do dinheiro da nação brasileira é roubado. Já imaginou isso? Estou falando em bilhões e trilhões por ano. Já pensou se esse dinheiro todo fosse empregado corretamente e honestamente em benefício do povo? É por isso, que falta tudo nesse país. Se não temos uma boa educação, segurança, saúde, estradas, saneamento básico, etc, etc, etc, é por que o dinheiro do povo está sendo desviado para outras finalidades.

 O Brasil precisa de uma grande reforma no SISTEMA, ou seja, no ESTADO. Não adianta fazer reforma política, trabalhista, tributária, previdenciária, etc, se em 1º lugar, o ESTADO BRASILEIRO não for reformado, pois, está tudo errado, caro, ineficiente, burocrático e corrompido. O próximo governo que será eleito em 2018, tem que ter a coragem de diminuir o tamanho do estado brasileiro pela metade.

 Prá que 513 deputados federais? Prá que 81 senadores? Prá que 40 Ministérios? Milhares de carros oficiais? Centenas de apartamentos e mansões oficiais? Milhares da cargos comissionados? Sem falar nos grandes salários, mordomias, verbas de gabinete, passagens aéreas, jetons, diárias, gratificações, planos de saúde, aposentadorias, viagens internacionais sem futuro nenhum, etc, etc, etc, tudo isso com o dinheiro do povo, além da roubalheira e corrupção que acontece no paralelo. CHEGA!

 O próximo governo tem que ter a coragem de cortar tudo isso pela metade, pois, só assim, teremos um ESTADO BRASILEIRO, mais enxuto, com mais eficiência e menos corrupto. Aqui na Paraíba temos 3 senadores, 36 deputados estaduais e 12 deputados federais, então, prá que tudo isso minha gente? O que esse povo tem realmente feito de concreto em benefício dos paraibanos? Se for para a ponta do lápis, verificaremos que o desperdício financeiro com essa gente toda é muito grande e sem a menor necessidade. Sem falar na quantidade de vereadores por esse país a fora, já imaginou quanta gente para quase nada de concreto em benefício do povo?

 Pois bem, o SISTEMA atual em todo o país, é feito por eles mesmos, através de leis municipais, estaduais e federais, para funcionar assim mesmo, tudo em benefício deles, depois, o que sobrar, dar um pouquinho para o povo. É assim que funciona ou não? Gente, o Brasil precisa de um governante forte e legítimo, que não tenha medo de enfrentar essa realidade, caso contrário NADA MUDARÁ!

 Outra coisa que apavora os políticos atuais, é querer acabar com a REELEIÇÃO deles. E temos que caminhar para isso, pois, a maioria deles vivem da política, fazem carreira na política, se transformando em verdadeiros políticos profissionais. Por isso, defendo o fim da reeleição em todos os níveis eletivos, basta um mandato para cada político, e depois eles vão trabalhar e ter que produzir noutras áreas para ajudar a desenvolver o Brasil.

 Temos que acabar também com aposentadorias públicas para políticos, pois, ser político não é profissão, não faz concurso público, não tem cargo e sim encargo. O político, deve exercer uma atividade remunerada, sem exageros, enquanto estiver representando o povo, com apenas um mandato, e depois, voltar para as suas atividades normais do dia a dia. Esse é o caminho, isso, é o começo para se mudar o tal SISTEMA brasileiro. Além disso, temos também que fortalecer e prestigiar mais as nossas polícias e as Forças Armadas. O Poder Judiciário também precisa de uma grande reforma para torná-lo mais acessível, ágil, eficiente e menos oneroso.

 Outra grande mudança que o Brasil precisa fazer urgentemente, é fortalecer o seu federalismo e municipalismo, redistribuindo melhor e de maneira mais justa o dinheiro da nação para com os estados e municípios. Atualmente, a União ( Governo Federal ) concentra a maior parte do dinheiro do dinheiro do povo em suas mãos, deixando estados e municípios, sempre de pires nas mãos a caminho de Brasília. Isso é o sistema atual, bastante injusto, tem que mudar, pois a vida acontece nas cidades, por isso, temos que lutar para fortalecer e tornar os municípios mais independentes.

 No próximo ano teremos eleições. Será que vamos continuar votando nos políticos atuais? Até quando prefeitos e governadores, vão continuar dependendo de deputados, senadores e ministros para ajudar o seu povo? Vocês acham que deputados e senadores querem mudar o sistema atual que só os beneficiam? Minha gente, precisamos fazer uma grande faxina, através do voto, nesse povo todo que aí está. Não venda seu voto, cuidado para não ser enganado mais uma vez. Votar nulo ou deixar de votar em alguém é pior, pois, só vai ajudar os políticos atuais que querem se reeleger. Vamos escolher e votar em novas pessoas. Vamos juntos fazer uma grande varredura e faxina no próximo ano, é preciso uma grande renovação da nossa classe política, caso contrário, NADA MUDARÁ e o SISTEMA continuará o mesmo. Pensem nisso!

 

FELIZ 2018!

Será que Ricardo vai errar de novo em 2018 ? - Rui Galdino Filho



Por Rui Galdino Filho

 Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Estamos chegando no final do ano de 2017 com muitas dúvidas e indagações com relação à política paraibana. A imprensa de maneira geral, tem feito um grande esforço para saber o que realmente existe de concreto nas candidaturas e alianças políticas visando as eleições do próximo ano, porém, até agora, está tudo muito nebuloso e confuso.

 Com relação à oposição, ainda não se sabe quem realmente vai disputar o governo do estado. Fala-se em quatros nomes: Luciano Cartaxo, Romero Rodrigues, José Maranhão e Cássio Cunha Lima. Mas, o senador Maranhão (PMDB), tem dito que é candidato, age como candidato, com isso, deixa a oposição, bastante dividida e enfraquecida.

 Na verdade, o senador Maranhão, que é “raposa velha”, está vendo que existe um vácuo significativo de novas lideranças em nosso estado, tanto na oposição, quanto no governo, por isso, confiando no seu taco e no poder de força do seu partido, colocou seu nome para a sucessão governamental, está bastante animado e com muita esperança que poderá voltar a governar a Paraíba.

 Romero Rodrigues, ensaiou uma canção, tentou cantarolar por aí e terminou se perdendo nas partituras. Dentro da oposição, dizem, que Romero, já é carta fora do baralho para 2018. Será isso mesmo? O senador Cássio, que também sonha em ser governador mais uma vez, continua com a mesma conversa de sempre, dizendo nada com nada e ainda não sabe se é carne ou peixe dentro da oposição.

 Luciano Cartaxo, que tem sido uma figura política de muita sorte, continua apostando na sua sorte e se prepara para ser candidato a governador em 2018. No entanto, é bom lembrar que eleição estadual, é muito diferente de eleições municipais. Será que Cartaxo, vai deixar a prefeitura mesmo em abril de 2018, para ser candidato a governador, com as oposições divididas? Vamos aguardar…

 E o governo? Vai mesmo com João Azevedo? Ricardo, fica ou sai em abril próximo? Bom, até agora o governador tem dito que ficará até o fim do seu mandato e que o seu candidato a governador, é João Azevedo. E Lígia Feliciano, não vai ter a chance de ser governadora e candidata à sua própria reeleição ao governo do estado? Será que Lígia, não seria melhor candidata do que João, estando no governo e Ricardo na chapa para o senado?

 É, vamos terminar 2017, com todas estas dúvidas e indagações. Até agora, só tem de concreto em tese, duas pré-candidaturas ao governo do estado: João Azevedo(PSB) e José Maranhão(PMDB). Porém, à partir de abril do próximo ano, tudo poderá mudar de maneira inesperada. E a pergunta final que todos fazem nos bastidores é a seguinte: Será que o governador Ricardo, vai errar de novo em 2018?

Ricardo e Lígia saem em abril, Azevedo será eleito governador pela Assembléia



 


Por Rui Galdino Filho

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. A política é realmente muito interessante e dinâmica. Estamos caminhando para o final do ano e a classe política, tanto da oposição, quanto da situação, não param de se articular. Até agora, já temos quatro pré-candidatos à governador: João Azevedo (PSB), Luciano Cartaxo (PSD), José Maranhão (PMDB) e Tasso Teixeira (PSOL).

E para senador, quem realmente serão os candidatos? Bom, dizem que Cássio Cunha Lima (PSDB ), só pensa na sua reeleição, mas teme alguma novidade. Raimundo Lira (PMDB), que tem trabalhado muito em favor da Paraíba, tem dito que vai tentar a sua reeleição. O deputado Luiz Couto (PT), quer ser senador apoiado pelo governador Ricardo, etc. O fato, é que em 2018 teremos 02 vagas para senador, por isso, estão todos os políticos matreiros de olho nestas vagas.

O governador Ricardo, tem dito que ficará à frente da gestão até o fim do mandato, com isso, não será candidato a nada, apenas, vai apoiar seus correligionários. Será isso mesmo? Creio que não! Os senadores Cássio, Lira e demais políticos que estão de olho no Senado Federal, estão lambendo a rapadura e torcendo para que Ricardo, fique no governo até o fim, pois, assim sendo, as duas vagas para senador ficarão mais fáceis de serem preenchidas.

Estão todos enganados, pois, acredito que o governador Ricardo, deixará o governo em abril próximo e será candidatíssimo ao Senado Federal. Então, assim sendo, uma das vagas para senador será de Ricardo, e aí ficará apenas a outra vaga para a disputa entre todos os postulantes. Com isso, muda todo o jogo e embaralha cada vez mais à oposição, pois, Ricardo, sendo candidato ao senado, será bem votado e poderá puxar também, o seu segundo senador da coligação.

ATENÇÃO! Anotem aí e podem berrar!!! Quem estiver sonhando, pensando alto e torcendo para um racha político entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), podem tirar o cavalinho da chuva e se preparar para o arrocho em 2018, pois, Ricardo e Lígia, estão cada vez mais unidos politicamente do que se possa imaginar. Isso mesmo, pois, tanto Ricardo, quanto Lígia, sabem que a Paraíba, não pode correr o risco de retroceder.

Por isso, já está em andamento uma grande operação política por parte do governo, que aqui vou batizar de “OPERAÇÃO AZEVEDIANA”, que consiste nos seguintes fatos: 1º) Ao contrário do que muita gente pensa, o governador e a vice, estão bem sintonizados politicamente, com isso, deverão RENUNCIAR seus respectivos mandatos em abril de 2018. 2º) Assim sendo, ocorrendo a vacância nos últimos dois anos do período governamental, assume o governo o presidente da Assembléia Legislativa, o seu vice assume a presidência do Poder Legislativo e fará em 30 dias, eleição indireta, pela Assembléia, na forma da lei.

3º) Como o governador Ricardo, tem ampla maioria perante os deputados estaduais, deverá eleger ainda no mês de maio de 2018, o governador e vice para um mandato tampão. Então, assim sendo, João Azevedo, será eleito pela via indireta, o próximo governador da Paraíba, para terminar o mandato do governador Ricardo e com direito à reeleição pela via direta em 2018.

4º) Lígia Feliciano, em virtude da sua correção política, deverá ser a 1ª suplente de Ricardo Coutinho, rumo ao Senado Federal, podendo inclusive, assumir o senado em definitivo à partir de janeiro de 2021, pois, Ricardo, deverá deixar o Senado em 2020, para se candidatar à prefeitura de João Pessoa, com isso, Lígia, será senadora por seis anos.

Esses fatos da “OPERAÇÃO AZEVEDIANA”, vai mexer com toda política paraibana no próximo ano. Então, assim sendo, João Azevedo, será governador já em maio de 2018, pela via indireta e vai para a sua reeleição com grandes chances de vitória. Ricardo, deverá se eleger senador, podendo inclusive, eleger também o segundo senador na sua chapa, que deverá vir da cidade de Campina Grande, devendo ser o deputado Veneziano.

Com isso, a “OPERAÇÃO AZEVEDIANA”, que fará João Azevedo, governador já em maio de 2018, poderá ser o grande trunfo eleitoral do governador Ricardo Coutinho, fazendo vencer toda a chapa majoritária do governo, bem como, facilitar a vitória dos candidatos à deputados estaduais e federais coligados com o governo do estado nas próximas eleições. Tal operação, uma vez concretizada, poderá dizimar nas urnas, todas as oposições na Paraíba. Podem acreditar, pois, já está em andamento a “OPERAÇÃO AZEVEDIANA”, que deverá levar ao governo do estado o secretário João Azevedo, já à partir de maio do próximo ano.


Aja coração, que venha 2018!

Você acredita mesmo em pesquisa eleitoral? Por Rui Galdino Filho



 Por Rui Galdino Filho ( advogado e radialista )

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Faz alguns anos que eu deixei de acreditar em “papa figo” e “papai noel”, porém, respeito aqueles que acreditam! Essa história de pesquisas eleitorais tem sido uma brincadeira em nosso estado, aliás, tem se transformado em um problema muito sério, pois, aqui na Paraíba, quando a pesquisa diz uma coisa, o resultado das urnas tem sido outro.
Na verdade, as pesquisas só servem para agradar os clientes, confundir as pessoas e distorcer a realidade dos fatos. Até por que , na prática, a pesquisa não revela a verdadeira intenção de voto do eleitor, e sim, uma projeção em cima daquelas pessoas mais conhecidas, que estão no poder, na mídia, etc, ou seja, os mais conhecidos em detrimento de outros que ainda virão.

No Brasil de hoje, com tanta safadeza e corrupção, além de outros graves problemas existentes e não resolvidos, eu não posso acreditar que o povo brasileiro, realmente, desejem votar em Lula para presidente mais uma vez. E pelas pesquisas que estão por aí, Lula, lidera todas elas. Você acredita nisso? Eu não acredito!

Na Paraíba de hoje, com tantos avanços e progresso, eu não posso acreditar que o pré-candidato do governo, o secretário João Azevedo, homem sério, decente, competente e conhecedor profundo de todo o estado, esteja em último lugar nas pesquisas eleitorais. Isso não existe! Como pode o candidato do governador Ricardo, melhor governador da Paraíba de todos os tempos, ser o último colocado nas pesquisas? Tem algo errado nesta história, por isso, não acredito!

Com relação ao Senado Federal, com todo respeito, como pode o senador Cássio Cunha Lima, que teve seu mandato de governador cassado por crime eleitoral, que por onde passa é vaiado pelo povo, etc, etc, etc, e mesmo assim, está figurando nas pesquisas eleitorais, como o 2º colocado e com chances de ser reeleito? Isso também, não posso acreditar!

E por falar em pesquisas para o senado, como pode um senador da envergadura moral de Raimundo Lira, homem decente, trabalhador, competente, que tem ajudado bastante todas as prefeituras da Paraíba, bem como o governo do estado, trazendo obras, recursos, etc, e figurar nas pesquisas como último colocado? E pelas pesquisas, sem nenhuma chance de reeleição? Isso também não existe minha gente!

Então, se as pesquisas estiverem certas mesmo, os valores morais e éticos de nosso país e da nossa Paraíba, estão todos invertidos. Está tudo de cabeça para baixo. E como eu não acredito nessa tal “realidade” que as pesquisas mostram, prefiro acreditar na força do bem, do trabalho, da honestidade, da competência, da criatividade, da esperança e da verdadeira fé em Deus.

Será que nosso povo vai continuar votando errado? Vai querer continuar se enganando? Já é hora da Justiça Eleitoral, dar um basta nestas pesquisas eleitorais pelo Brasil a fora, pois, elas em nada contribuem com o nosso país, só servem para confundir o eleitor e satisfazer a vontade de seus contratantes. Além disso, tentam desconstruir, desqualificar e desestimular, possíveis candidaturas de pessoas sérias, honestas e dignas. É preciso uma lei, para por fim às pesquisas eleitorais, pois, infelizmente, elas atrapalham mais do que ajudam.

Você ainda tem coragem de dar um voto a esses políticos profissionais, desonestos, patrimonialistas, corruptos, que pouco ou quase nada fizeram e ainda querem se eleger e reeleger-se? Será que você ainda vai vender seu voto ou ir na conversa bonita desses políticos “sujos” que aí estão? Não, não posso acreditar! Tenho fé e esperança, que em 2018, as urnas vão apontar para um NOVO Brasil e vão também dizer, que a Paraíba, não pode mais retroceder!

Quando vejo uma pesquisa dizendo que Lula lidera a corrida presidencial, que João Azevedo ( para o governo ) e Raimundo Lira ( para o senado ), estão na última colocação, que Cássio Cunha Lima ( para o senado ) é o 2º colocado, etc, etc, etc, sinceramente, não posso acreditar nisso! Não se enganem minha gente, tem algo muito errado nesse cenário! Que me perdoem aqueles que não concordarem comigo, porém, NÃO ACREDITO nestas pesquisas eleit

PRESIDENTE/2018: O Brasil precisa de Ricardo Coutinho! – Por Rui Galdino

Carta Capital
Carta Capital

 

Por Rui Galdino Filho ( advogado e radialista )

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Quando saiu o resultado final da eleição de 2014, em que o nosso governador Ricardo Coutinho, foi reeleito para mais um mandato à frente do governo paraibano, eu previ que ele iria fazer um 2º mandato ainda melhor que o 1º, e que em 2018, Ricardo, seria um excelente candidato à presidência da república. Aliás, fui o 1º paraibano a lançar o nome do nosso governador para presidente.

Pois bem. O tempo vem passando e todos os paraibanos sabem, gostem ou não do governador, que a Paraíba foi uma antes e tem sido outra bem melhor, depois de Ricardo Coutinho. Ricardo, foi um bom parlamentar ( vereador e deputado ), foi o melhor prefeito de João Pessoa de todos os tempos por duas vezes e tem sido um extraordinário governador, realizando um 2º mandato ainda melhor do que o 1º. Tudo isso, por que o nosso governador, é um cidadão de bem, honesto, decente e destemido.

Eu sei que tem gente que não gosta de Ricardo, uns, por inveja, outros, por interesses contrariados, alguns, por que perderam mordomias e vantagens, etc, porém, TODOS, o respeitam. Podem dizer tudo de Ricardo, só não dizem que ele é ladrão e desonesto. Na verdade, o nosso governador, é um homem sério, competente, trabalhador, eficiente, corajoso, equilibrado e de muito bom senso. Além disso, tem o que pouca gente tem hoje em dia na política: AUTORIDADE e PALAVRA!

E todas estas características positivas e peculiares do nosso governador, fez e faz a Paraíba avançar cada vez mais no seu desenvolvimento e progresso. Quando elogio e defendo o nome de Ricardo Coutinho, para presidente da república, alguns espírito de porco, fofa bostas e políticos profissionais ineficientes, corruptos e patrimonialistas, me chamam de “babão do governador”. Tudo bem, Deus e o povo vão cuidar deles! Vamos em frente… O fato, é que o nosso governador, tem todas as características e predicados para ser também um bom presidente do Brasil. E por que não? Afinal, o povo brasileiro quer ou não pessoas decentes governando o seu país?

Ontem, 22 de setembro, dois fatos que aconteceram na Paraíba, me chamaram à atenção: 1º) Durante o lançamento da pedra fundamental do Shopping Sale Outlet, no município de Alhandra-PB, o empresário paulista, dono de 11 shoppings pelo Brasil a fora e presidente do grupo Sacs Consult, Dr. Sérgio Manzalli, elogiou bastante o nosso governador e disse que o nome de Ricardo, é bem visto e respeitado no sul e sudeste do Brasil.

2º fato) O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, em entrevista na Arapuan FM, fez também grandes elogios ao nosso governador e disse, que vai conversar com Ricardo, e que o partido vai lhe convocar para uma disputa eleitoral à nível nacional. Então minha gente, tudo isso e muito mais, enaltece o nosso governador e também a nossa querida e brava Paraíba. Hoje, o nome de Ricardo, já vara os quadrantes do nosso estado, pela sua postura de político íntegro, decente, respeitador e respeitado.

No quadro atual da política nacional, onde o país está sem líderes e sem políticos confiáveis, o nome de Ricardo Coutinho, é tudo o que o Brasil precisa para começar um novo tempo. Mas, o nosso governador, que não é um político profissional, tem dito que pretende ficar no seu 2º mandato até o fim. Bom, esta é sua posição pessoal e mostra o quanto Ricardo, é realmente diferente, porém, até abril do próximo ano, acredito que o nosso governador possa mudar de idéia, por que, mais importante do que sua posição pessoal, são o futuro do Brasil e da Paraíba.

Espero que em 2018, o nosso país possa ter, entre todos esses “frangalhos” que aí estão até agora, querendo ser presidente, uma nova opção, realmente diferente: Ricardo Coutinho, pois, seria e será a melhor opção para o nosso país. Ricardo, é tudo que o Brasil precisa para recomeçar um novo tempo. Que o PSB nacional, realmente, converse e convoque o nosso governador, para o grande desafio que se aproxima e que o povo brasileiro merece e precisa. Disse isso, em outubro de 2014 e repito em setembro de 2017: POR UM BRASIL DECENTE, RICARDO PRESIDENTE!

ADELANTE!

BRASIL: Você sabia que 40% do dinheiro da nação é roubado e 60% mal investido?



Por Rui Galdino Filho ( advogado e radialista )
João Pessoa-PB, 21/09/2017

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. O nosso país continua sangrando e sangrando muito. A Lava Jato e outras operações pelo Brasil a fora, tem mostrado a todos nós, que o roubo do dinheiro público é realmente grande em todos os recantos da nação. E o pior, é que os investigados, denunciados, processados e condenados, com as caras de pau mais lisas do mundo, se dizem honestos e verdadeiros paladinos da moralidade.

Collor e Dilma, sofreram impeachment. Lula, já foi condenado a quase 10 anos de prisão e ainda responde a outros processos criminais. Temer, não governa mais e usa o poder para se proteger e se segurar o máximo possível, até o final de um mandato que não serve mais para o povo brasileiro, e sim, apenas para ele e sua turma. Sem falar num Congresso Nacional, Assembléias Legislativas, Câmaras Municipais, prefeitos e governadores, na sua grande maioria desmoralizados perante à opinião pública e de um Poder Judiciário lento e caro, portanto, injusto.

Na verdade, o Brasil precisa de uma reformulação geral, precisa de mudanças em todo o SISTEMA. As Forças Armadas, as Polícias, o Ministério Público, a Receita Federal e demais órgãos de controle, investigação, fiscalização e segurança, precisam de mais estruturas e melhores salários para seus membros. O Poder Judiciário, precisa de mais julgadores e menos prédios suntuosos. A educação, cultura, ciência, tecnologia, cinema, artes, saúde e segurança, precisam de mais estruturas e melhores salários. A indústria, o comércio, a agropecuária, etc, precisam de mais incentivos, proteção e menos impostos.

O salário mínimo precisa melhorar a cada ano. Os profissionais liberais, autônomos e aposentados, precisam sair do sufoco. E de onde vem o dinheiro para tudo isso? Vem do povo, através dos impostos e taxas como sempre veio. O problema, é a roubalheira e sonegação que é grande demais, por isso, falta dinheiro para tudo. Se o dinheiro do povo fosse bem empregado honestamente, dava para tudo e ainda sobrava.

Por que fazer de tudo para dificultar e até mesmo impedir investigações? Gente, cerca de 40% do dinheiro da nação, do povo, proveniente de impostos, taxas, etc, são “desviados” para o ralo da corrupção e da safadeza em nosso país. Nesta “zorra” chamada Brasil, quando se trata de Estados, Municípios, Distrito Federal e União, não se coloca uma pedra de calçamento e não se faz um serviço, que não sejam superfaturados.


Em nosso país, licitações são dirigidas e fraudadas, escândalos são abafados, CPIs evitadas e quando são instaladas geralmente terminam em pizza, no Judiciário, recursos são intermináveis e duradouros, a BUROCRACIA tem que existir para colaborar e valorizar com toda a safadeza e corrupção, político tem que se eleger e se reeleger sempre até morrer, etc, etc, etc … Tudo isso, até quando?

Quando se fala em CPIs, muita gente fica com os nervos à flor da pele, outros, sequer dormem direito a não ser à base de tranquilizantes, e ainda tem outros, que dizem que CPIs, só serve para fazer palanque político, etc. Bom, seja qual for a desculpa ou a explicação, é preciso entender uma coisa: “Quem quiser mexer com o dinheiro público, não deve temer nada, a não ser que tenha alguma culpa no cartório e ponto final”. Se a pessoa é séria e honesta, então, por que temer investigações?

A cultura da roubalheira do dinheiro público em nosso país é um câncer generalizado. Até parece que não escapa ninguém! Sem falar nas concessões, nas mordomias, nos cartões corporativos, nas imunidades e demais facilidades e oportunidades que o poder oferece e propicia. É muito dinheiro público gasto sem necessidade e também roubado descaradamente dos cofres públicos da nação brasileira. Até quando minha gente, essa situação vai continuar desse jeito?

Só para se ter uma idéia, a União ( governo federal ), arrecada por ano cerca de 2 TRILHÕES DE REAIS, sem falar na arrecadação dos Estados, Municípios e Distrito Federal. Já imaginaram quanto dinheiro??? Já pensou se este dinheiro todo fosse investido corretamente e honestamente em nosso país? Gente, o problema é que quase a metade desse dinheiro todo é ROUBADO e o restante é mal gasto, mal empregado e mal direcionado para as verdadeiras necessidades que o povo brasileiro precisa.

É por isso, que FALTA TUDO em nosso país. Se a nossa saúde, educação, segurança, infra estrutura, cultura, ciência, esportes, saneamento básico, moradias, estradas, etc, etc, etc, vão mal e tem poucos investimentos, é por que, 40% do dinheiro público, está sendo roubado a muito tempo e os os outros 60% que restam, vão para salários, manutenção da máquina pública, mordomias dos políticos, governantes e aderentes, e o que sobra, é para investir muito mal nas necessidades do povo brasileiro.

Minha gente, isso não pode mais continuar dessa forma! É preciso urgentemente estancar essa sangria de 40% da roubalheira e safadeza com o dinheiro público, que hoje beira os R$ 800 BILHÕES/ANO, e empregar melhor os 60% que restam( cerca de R$1,2 TRILHÕES). Já imaginou se estes R$ 2 TRILHÕES/ANO, que o Brasil arrecada, fosse empregado e gasto corretamente em favor do povo? Com certeza o nosso país seria outro bem melhor, mais rico, mais desenvolvido, mais eficiente, mais justo e com melhores salários para todos.

E sem falar na sonegação! E sabe por que se sonega tanto imposto em nosso país? Por que a indústria, o comércio, os profissionais liberais, os autônomos, etc, etc, etc, não suportam mais pagar tantos impostos, e saber que o dinheiro é desviado para o ralo da corrupção e safadeza. Sufocando a cadeia produtiva, comercial e de serviços, e não vindo nada em troca em benefício do povo e do país. CHEGA! O Brasil também precisa de uma grande reforma tributária, com diminuição de impostos e aumento da arrecadação ( cobrando mais de quem pode, cobrando de quem não paga e incentivando a não sonegação ).

Não precisa ser economista “meirelão da vida”, para saber que 1 + 1 = 2 e não a 10! Para saber que a nossa economia vive e gira em torno de 20% do consumo externo e cerca de 80% de consumo interno. E sabe de onde vem estes 80% do consumo interno? Vem das famílias, isso mesmo, das famílias! Então, o governante que se preze, precisa governar com austeridade, honestidade e incentivar e empoderar o poder de compra das famílias.

Recessão, inflação e ajuste fiscal, é pura incompetência, má gestão e roubalheira do dinheiro público. E quem paga o pato, somos todos nós, o povo brasileiro! Gente, veja um pequeno exemplo: Se 1 milheiro de tijolos custa R$ 400 reais, para um particular, não pode custar R$ 1.200, reais para o poder público! Até por que, o poder público ao comprar mais, com certeza, vai ter condições de comprar mais barato, ou seja, em torno de R$ 300 reais. Então, por que pagar R$ 1.200 reais, se o poder público pode comprar por R$ 300 reais? Eis a questão, é aí onde se encontra toda a safadeza e corrupção em nosso país!

Então minha gente, o Brasil tem solução sim e solução rápida, pois, somos um país rico, abençoado por Deus, com uma natureza exuberante, com um povo bom, alegre e trabalhador. Além disso, temos também MUITO DINHEIRO, o problema, é que este dinheiro todo, 40% está sendo roubado e 60% mal empregado a muito tempo. E sabe quantas vezes a grande maioria dos atuais políticos e governantes brasileiros querem mudar isso? NENHUMA! Pois, vivem se elegendo e se reelegendo de acordo com essa realidade, ótima para ELES e péssima para o BRASIL.

Por isso, para que tenhamos um NOVO Brasil, defendo primeiramente e urgentemente, o FIM de toda e qualquer REELEIÇÃO em nosso país, através de LEI, pois, não podemos mais, permitir formação de oligarquias e de políticos profissionais, que só pensam em si, nos seus interesses e se perpetuarem no poder. Acabando com todo tipo de REELEIÇÃO, teremos uma renovação permanente e de 100% a cada mandato eletivo, e assim sendo, todas as demais mudanças que o Brasil necessita, virão por gravidade e de maneira espetacular.

É preciso deixar bem claro, que com esta “TURMA” toda que aí está, com raríssimas exceções, NADA mudará a curto prazo em nosso país, e para “eles”, quanto mais tempo no poder melhor, e para nós, o povo brasileiro, pior! Então, não adianta gritar, protestar, ir para ruas, bater panelas, etc, etc, etc, e permitir que “eles”, que se dizem nossos representantes e verdadeiros paladinos da moralidade e dos bons costumes, continuem no poder. CHEGA de tanta safadeza, corrupção, atraso e caras de pau!

O Brasil precisa de um NOVO tempo, com governantes honestos e que não queiram seguir carreira profissional na política. Por isso, o FIM de qualquer tipo de REELEIÇÃO é fundamental e urgente. No momento em que o Brasil passar a comprar 1 milheiro de tijolos por R$ 300 reais e não por R$ 1.200 reais; no momento em que o Brasil passar a empoderar o poder de compra das famílias, etc, aí sim, começaremos a ter uma nova nação e um novo país.

Caso contrário, pouco ou quase nada mudará. Lembre-se: “ o governante honesto e decente, não deve temer nenhum tipo de investigação, nem tão pouco, trabalhar nos bastidores para evitar investigações. O Brasil precisa soltar os “ladrões de galinhas”, que superlotam os nossos presídios e são vítimas de uma realidade social degradante e injusta. Por isso, o Brasil precisa punir exemplarmente os seus verdadeiros pusilânimes, algozes, com prisões, devolução do dinheiro do povo e confisco de bens. Na verdade, precisamos fazer valer o que está estampado na nossa bandeira: ORDEM E PROGRESSO. Viva um NOVO Brasil!

OPOSIÇÃO COM DOIS CANDIDATOS: Zé Maranhão, 84 anos, é candidatíssimo também em 2018!



Por Rui Galdino Filho ( advogado e radialista )

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. O tempo corre para 2018 e os fatos, bem como, as acomodações políticas já começam a acontecer. Apesar de todos os pré-candidatos ao governo do estado dizerem que 2018, só se conversa em 2018, e que 2017, é tempo de trabalho, na prática a realidade é outra bem diferente, pois, estão blefando sim senhor. Na verdade, o que essa gente tem feito mesmo, é politicar muito e trabalhar menos!


Mas, com relação à 2018, eu já escrevi que o PSB, do governador Ricardo Coutinho, vai sim ter candidatura própria ao governo do estado, até por que, o governo vem trabalhando muito pela Paraíba e seria um atestado de incompetência e fraqueza, se não tivesse candidato ao governo do estado. Assim sendo, o competente secretário João Azevêdo, é o candidato do PSB, ao governo do estado e ponto final.


Por outro lado, eu já disse também, que o prefeito da capital, Luciano Cartaxo, é também candidatíssimo ao governo do estado pelo PSD, ou até mesmo, por outra legenda que possa ir em breve. Na verdade, Cartaxo, tem representado a verdadeira oposição ao governo e vai sim, enfrentar o desafio no próximo ano, por dois motivos: 1º) Tem sido um predestinado e entende que 2018 será sim, a sua vez! 2º) Por que tem um compromisso com Manoel Júnior, para que o mesmo assuma a prefeitura a partir de abril do próximo ano.


E um 3º candidatíssimo ao governo do estado em 2018, será também, o senador José Maranhão, dono do PMDB, o único que não tem nada a perder e tudo a ganhar, está bem na fita, bastante cortejado pela nova perspectiva de poder e que deverá levar a eleição para o 2º turno. Então, a preço de hoje, já temos TRÊS pré-candidatíssimos ao governo do estado: Maranhão, Cartaxo e João!


Apesar de não acreditar, dizem, que o PSDB de Cássio e Romero, vai também lançar candidato à governador no próximo ano. Será? Na minha modesta opinião, apesar dos esforços de Romero Rodrigues, nesse sentido, acho que a tendência do PSDB, é juntar forças e se coligar com o PMDB de José Maranhão. Assim sendo, o PSD de Rômulo, ficará também nesse pacote. É por isso, que vislumbro, as saídas dos Cartaxos e companhia, do PSD, bem como, a de Manoel Júnior e companhia do PMDB.


Mas, será que a Paraíba vai continuar girando a roda política e do poder entre as mesmas pessoas de sempre? Os mesmos partidos tradicionais? O mesmo revezamento de pessoas e coligações dependendo das ocasiões? Será que não vai aparecer outros pré-candidatos a governador de outros partidos? Afinal, na Paraíba existem cerca de 36 partidos em atuação política. Será que não iremos ter NOVIDADES, e ter que votar nos mesmos de sempre?


Bom, enquanto o NOVO não aparecer efetivamente na cena política paraibana, os VELHOS vão continuar ditando as regras do jogo e do poder, deitando e rolando por falta de NOVAS OPÇÕES. E sabe quantas vezes os VELHOS vão dar chances e oportunidades aos NOVOS? Nunca! Só quando morrerem ou forem derrotados nas urnas.


Lembram do saudoso Antônio Mariz, que mesmo se ultimando por problemas de saúde, foi candidato a governador, venceu, e logo depois morreu? E aí, quem saiu lucrando politicamente foi Zé Maranhão, que assumiu o poder, tirou os CUNHA LIMA da jogada e do partido, o PMDB, e até hoje está aí na cena política e com chances de voltar ao governo do estado.


O certo e ideal, seria que cada partido lançasse seu candidato a governador, e aí, o eleitor teria mais opções para escolher e votar. Partido político que não lança candidatos aos cargos majoritários ( presidente, governador e prefeito ), é como time de futebol sem torcida, não serve para nada, não cresce e nem se desenvolve, ficam apenas vivendo e se alimentando das migalhas dos tais “grandes partidos”, e com isso, o povo fica também sem NOVAS opções e aí o Brasil continuará seguindo a passos de tartaruga como os políticos profissionais querem. A Paraíba não pode retroceder e tem que avançar cada vez mais.


Que venha 2018 e também o NOVO!

Temos que se virar nos 30, para termos um Novo Brasil. Viva o NOVO! - Por Rui Galdino Filho



  ( advogado e jornalista )


Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Se eu não estiver enganado, creio que o Brasil está mudando para melhor, mesmo que lentamente. O sofrimento e indignação do povo, a corrupção em todos os setores, a cara de pau e cinismo da grande maioria dos nossos políticos, a Lava-Jato e demais operações pelo país a fora, etc, etc, etc, tudo isso, me dar a impressão, que num futuro próximo, possamos ter um Brasil diferente, NOVO e melhor.

Pois bem. Independente de qualquer coisa e de posições político-ideológicas, temos que acreditar em dias melhores e ter esperança em nossa gente ( o povo brasileiro ), que somos todos nós. A solução para o nosso Brasil, não está nas mãos dos políticos e de nenhum poder ( Executivo, Legislativo e Judiciário ). A solução está nas mãos do povo brasileiro, está nas nossas mãos, SIM! Porém, caberá a cada um de nós, seja quem for e de onde for, tentar resolver os nossos problemas, pois, na verdade, se formos pensar direitinho e fazer análises cuidadosas, os nossos problemas, foram nós mesmos que criamos.

Dizem, que a nossa representação política nas Câmaras de Vereadores, nas Assembleias Legislativas, no Congresso Nacional e nos governos municipais, estaduais e federal, SÃO A NOSSA CARA. Será isso mesmo? Então, quer dizer se a maioria é ladrão e corrupto, nós, o povo brasileiro, também somos? É isso mesmo? Será que a nossa representação, é a nossa cara mesmo? Não, não concordo de maneira alguma! Respeito às opiniões em contrário, porém, não aceito esta história de dizer, que a nossa representação é a nossa cara. Isso não!

Se votei errado ou se votamos errado, é por que fomos enganados, SIM! Fomos enganados por candidatos maldosos, inescrupulosos e corruptos, sem vergonhas, verdadeiros políticos profissionais. Fomos enganados por um marketing político falso, por promessas demagógicas, por um guia eleitoral gratuito, no rádio e TV, que deveriam se acabar urgentemente, pois, de gratuito não tem nada, e até nisso, somos também enganados.

Sabem quanto custa a propaganda política dos partidos políticos no rádio e TV? Cerca de 1,3 bilhões por ano. Sabem quanto custa o famigerado fundo partidário, que abastece e alimenta os partidos políticos no Brasil? Cerca de 4,5 bilhões por ano. E agora, os senhores deputados federais, estão querendo aprovar mais 3,6 bilhões por ano, para gastar nas campanhas políticas, no lugar das doações empresariais que foram extintas. Já pensou? Toda essa dinheirama vindo do nosso bolso, do bolso do povo brasileiro, dos cofres públicos da nação, que é dinheiro do povo. Isso é um verdadeiro absurdo, escárnio, um escândalo, uma tapa constante na cara do povo brasileiro!

Temos que acabar urgentemente com estas verbas públicas, oriundas do dinheiro do povo, para partidos políticos e para políticos. Partidos políticos, tem que se manterem e se desenvolverem com colaborações de seus filiados e demais apoiadores. Candidatos, tem que fazer campanhas políticas com seus próprios recursos financeiros, respeitando as leis e os limites de gastos. Eu não entendo, o por que de se gastar milhões e milhões em campanhas eleitorais? Tem algo errado nessa história, é por isso, que a safadeza e a corrupção no Brasil é muito grande! CHEGA, é hora de dar um basta em tudo isso, e investir o dinheiro da nação nas necessidades e prioridades do povo brasileiro. É hora de renovar, de fazer diferente, é hora do NOVO!

Sem falar nas EMENDAS PARLAMENTARES, que é outro assunto , com muito dinheiro público também, que beneficia e faz a festa de 513 deputados federais e 81 senadores. E sabem também quanto custa estas tais Emendas Parlamentares? Cerca de 10 bilhões por ano, ou seja, cada parlamentar em média, pode manipular cerca de 15 milhões/ano, com estas Emendas. Já pensou, quanto desperdício de dinheiro público, com essa gente sem futuro e com os partidos políticos?

Então minha gente, é chegada a hora de dar um basta em tudo isso. CHEGA! Pra que dinheiro público para partidos políticos? Pra que dinheiro público para políticos fazerem campanhas eleitorais? Isso é um absurdo! Que os políticos façam campanhas com seus recursos próprios, por que não? Que os partidos, se mantenham com recursos de seus filiados, por que não? CHEGA! Dinheiro público, deve ser direcionado para outras prioridades e necessidades do país e seu povo, isso SIM!

Temos também, que diminuir o tamanho da máquina administrativa e da burocracia brasileira, pois, o Brasil precisa ser e ter o tamanho SUFICIENTE, para voltar a crescer e se desenvolver sem embaraços, pois, quanto mais burocracia, mais safadezas e mais corrupção! Além disso, temos que acabar também urgentemente com a REELEIÇÃO, em todos os níveis, ou seja, não apenas no Executivo, mas também no Legislativo, só assim, o Brasil renovará em 100% seus políticos a cada eleição, impedindo com isso as carreiras políticas de "políticos profissionais".

Aliás, em tese, não sou contra partidos políticos, até acho que quanto mais, melhor, porém, que eles sejam financiados com recursos de seus filiados e apoiadores, e não com dinheiro do povo, com dinheiro público, isso NÃO! É hora de acabar com essa pouca vergonha. CHEGA! Além disso, temos que dar uma peneirada na qualidade de nossos candidatos, e para isso, seria necessário cursos de formação política e concurso público para candidatos.

Isso mesmo, concurso público, com provas escritas e orais, com provas de títulos, com certidão da vida pregressa dos candidatos e com exame de sanidade mental. Tudo isso, pelo menos seis meses antes das convenções partidárias. E com isso, só poderiam sair candidatos a algum cargo eletivo, quem passasse no concurso público e ponto final. É preciso qualificar os nossos candidatos e fazer uma peneirada para evitar possíveis candidatos inescrupulosos e corruptos.

Então, fica a sugestão para futuros Projetos de Leis, PEC´S e Medidas Provisórias nesse sentido. Vamos ver, qual o deputado, o senador ou o político, que tenha coragem de trazer esses temas de extrema e urgência relevância para o debate nacional? Será que vai aparecer algum? Resumindo: Só de gastos com Partidos Políticos, com Guia Eleitoral, com dinheiro para campanhas políticas e com Emendas Parlamentares, o Brasil gastará cerca de 19,4 bilhões por ano. Já pensou?

Isso é um absurdo! Uma verdadeira tapa constante na nossa cara, na cara do povo brasileiro. CHEGA! O Brasil não pode mais continuar desse jeito, gastando dinheiro público, que é do povo, com políticos e partidos políticos. CHEGA! Se querem fazer reformas e ajustes fiscais, que comecem por aqui, cortando na carne dos políticos e dos partidos, e aí, outras reformas virão, caso contrário, tudo será mais uma grande enganação e o povo brasileiro vai continuar sofrendo e pagando uma conta que não é sua. CHEGA!

Temos que se virar nos 30, para termos um NOVO Brasil. Viva o NOVO!

O PMDB de José, será mais uma vez, a NOIVA da próxima eleição! Por Rui Galdino Filho



 ( advogado e jornalista )

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Essa história fiada de dizer que a eleição de 2018, só será discutida em 2018, é conversa pra boi dormir. Os bastidores da política paraibana estão fervendo e à todo vapor. Além disso, todos blefam, jogam para a platéia e ninguém confia em ninguém. Realmente, o moído é grande e à medida que o tempo urge, tem gente que não larga o calendário, bem como, os ansiolíticos.

O governo, já tem seu pré-candidato a governador estabelecido, na pessoa do competente secretário João Azevêdo (PSB). Ao mesmo tempo em que a oposição diz que Azevêdo é “galinha morta”, ou seja, fácil de se derrotar, a mesma oposição, já está procurando a Justiça Eleitoral, denunciando o governo de promover a pré-candidatura de João Azevêdo co recursos públicos.

Ora, é muita contradição e desespero por parte da oposição, pois, se João, é “galinha morta”, como eles dizem, por que estão preocupados com a ascensão de João Azevêdo, perante à opinião pública paraibana? Realmente, a pré-candidatura de João Azevêdo, já começou a incomodar muita gente, principalmente, aqueles que estão sonhando em voltar para o palácio da redenção. Essa, é que é a verdade!

Recentemente, o desespero da oposição, fez com que ela desse um grande tiro no pé, com relação a fim do racionamento da água em Campina Grande, onde a oposição foi contra, e o governo foi firme e terminou vencendo a queda de braço. Agora, de novo, a oposição está dando mais um tiro nos pés, acionando à justiça eleitoral tentando barrar a pré-candidatura de João Azevêdo. Outra bobagem e erro político!

E para complicar mais ainda a oposição, o senador José Maranhão (PMDB), disse que o seu partido vai ter candidatura própria ao governo do estado e que está aberto a conversar com todos. E agora? Por outro lado, o senador Cássio ( PSDB), também disse, que seu nome está à disposição para também disputar o governo do estado. E agora?

E onde ficam o nome dos prefeitos Cartaxo (PSD) e Romero (PSDB), nesse imbróglio da oposição? Gente, a verdade é que a oposição está mais perdida do que cego em tiroteio. Está atirando para todos os lados e sem saber pra onde ir! E não era Luciano Cartaxo, o candidato ungido de todos da oposição? Agora, é Maranhão, é Cássio, é Romero… Então, o que mudou? O que está acontecendo?

Abril de 2018 se aproxima, e com isso, veremos quem vai se salvar dentro da oposição. E o vice-prefeito, Manoel Júnior? Coitado! A cada dia, perde a esperança de ser prefeito da capital, pois, Cartaxo, que não é menino bobo, já está vendo que não vai dar pra ele, e com isso, deverá ficar na prefeitura até o final do seu mandato. Então, Mané, deverá sair do PMDB e migrar para outra legenda, talvez o PSDB, e aí vai tentar se eleger pelo menos deputado estadual.

PSB e PMDB, deverão caminhar juntos em 2018. PSDB e PSD, também deverão caminhar juntos em 2018. PP, PDT, PT, PTB, DEM, etc, vão ficar gravitando em torno dos demais partidos, considerados cabeças de chave. PDT, PT, PTB e DEM, deverão ficar com o governo. E o PP, deverá ficar na oposição. Dizem até, que PSDB, PSD e PP, juntos, vão se unir num grande abraço de afogados, pois, se PMDB e PSB, se juntarem, vencerão o pleito já no 1º turno.

Dizem, que muitas águas aindam vão rolar por debaixo da ponte. É verdade! Mas, é preciso entender que algumas águas já caminham para acomodações visando 2018, e o PMDB, é uma delas. Que o governador fique ou não no governo, o PDT, também já está se acomodando. Uma coisa é certa, as oposições só caminharão unidas, se for em torno do nome de José Maranhão(PMDB), pois, nenhum outro nome, unificará as oposições.

Então, a preço de hoje, poderemos ter um embate entre João Azevêdo, candidato do governo e José Maranhão, candidato da oposição. Ou, o PMDB ao lado do governo, lançando o vice de Azevêdo, pois, o candidato do governo, será mesmo João Azevêdo e ponto final.

Do jeito que a oposições estão agindo e errando bastante, acho que sequer terá candidato ao governo em 2018, basta Maranhão, se unir com Ricardo, então, o desmantelo será grande. Mais uma vez, o PMDB, está sendo a noiva da eleição vindoura, graças à habilidade política da “velha raposa”, José Maranhão, que está mais novo e moderno do que muita gente pensa.

TRÊS FORÇAS EM 2018: Oposição x Governo x Uma novidade



 Por Rui Galdino Filho ( advogado e jornalista )

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. 2018 se aproxima e o moído nos bastidores da política paraibana continua grande. Tem gente que já vive à base de remédios, viciados em ansiolíticos e talvez não cheguem em pé, ao ano que se aproxima. É só olhar nos olhos e nos semblantes de algumas figurinhas carimbadas da nossa política.

Tem gente, tanto de um lado, quanto do outro, que vai fazer de tudo para se eleger e também, para se reeleger, no entanto, a grande agonia desse povo todo que vive da política e das benesses do poder, aqui na Paraíba, quanto em Brasília, é saber ou tentar adivinhar como o povo paraibano, vai se comportar perante às urnas eletrônicas na próxima eleição.

Será que o dinheiro que vem não sei de onde, vai continuar comprando mandatos eletivos? Será que serviços prestados, por parte de quem tem o dever de fazer e com o dinheiro público, vão continuar comprando mandatos eletivos? Será que favores pessoais e empregos públicos comissionados, também vão continuar comprando mandatos eletivos? Será que carinhas bonitas e discursos fáceis, vão continuar sendo causas de votar em alguém? Eis, as questões?

Tudo isso e muito mais, tem sido um grande dilema nos bastidores e nos planos de muita gente com relação à próxima eleição de 2018. Na verdade, em virtude de tudo o que está acontecendo em nosso país ultimamente, os políticos profissionais e suas respectivas descendências, não sabem, nem tem a menor ideia, de como o povo brasileiro e paraibano em especial, vão agir e votar no próximo ano. E haja LEXOTAN e outras coisitas a mais!!!!!

O fato é o seguinte. Aqui na Paraíba, ainda vamos ter algumas novidades de composições político-partidária. O time do governo, deverá ser encabeçado mesmo, por João Azevedo, e ter o apoio e composição do PMDB, que deverá lançar o vice e um senador, na chapa governamental, ou seja, o PMDB, não vai ficar na oposição, com isso, os insatisfeitos deverão tomar outro caminho partidário.

O time da oposição, composto da santíssima trindade, Cartaxo, Romero e Cássio, onde todos se acham deuses, está muito confuso e sem saber o que fazer a curto prazo. Na verdade, estão dando tempo ao tempo, para ver o que vai acontecer. A oposição, deverá ir com Cartaxo ou Cássio. O problema, é que colocaram na cabeça de Cartaxo, que sua vez é agora ou nunca, e esse fato, tem deixado Cartaxo, bastante obcecado em ser governador, e isso poderá lhe custar muito caro em breve.

O melhor caminho para os CARTAXOS, era ao lado do governador Ricardo. Defendi isso durante muito tempo, porém, não me escutaram e até desprezaram o que eu defendia. Além disso, assessores de Cartaxo, com outros interesses, o desviaram para outros caminhos, o enganaram, dizendo que iria aglutinar todas as oposições em torno de seu nome. Tudo bem, veremos em breve o resultado dessa história.

Estão fazendo com Cartaxo, o mesmo que fizeram com Cássio, em 2014. Lembram? Pois bem. Cássio, foi na onda, começou a surfar, caiu da prancha, nadou, nadou e terminou “morrendo” na beira mar. Porém, falta de aviso não foi. Pura teimosia e ganância rápida pelo poder. Se Cássio, tivesse me ouvido ou pelo menos lido os meus artigos na época, ainda hoje, estava junto com Ricardo, e iriam comandar a Paraíba juntos, durante muito tempo.

Mas, além da gangorra tradicional entre OPOSIÇÃO e GOVERNO, a Paraíba deverá ter também, uma terceira opção, bem diferente, que será a grande novidade das eleições de 2018 e que poderá surpreender. Anotem, vem NOVIDADES por aí, SIM! O povo paraibano não está para brincadeira e deverá passar a régua em muita gente que se acham o BAN BAN BAN dos votos e donos do pedaço, e que vão ter a resposta negativada nas urnas. O povo paraibano e brasileiro, estão indignados com a grande maioria de seus representantes, por isso, o NOVO, vai se virar nos TRINTA, com isso, novidades e surpresas virão em 2018.

Aja coração. ADELANTE!

Fim do dinheiro público para partidos, para políticos e concurso público para quem quiser disputar eleições. - Rui Galdino Filho



  Fim do dinheiro público para partidos, para políticos e concurso público para quem quiser disputar eleições. CHEGA de tanta safadeza!

 ( advogado e jornalista )


Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Se eu não estiver enganado, creio que o Brasil está mudando, mesmo que lentamente, para melhor. O sofrimento e indignação do povo, a corrupção em todos os setores, a cara de pau e cínica da grande maioria dos nossos políticos, a Lava-Jato e demais operações pelo país a fora, etc, etc, etc, tudo isso, me dar a impressão, que num futuro próximo, possamos ter um Brasil melhor.

Pois bem. Independente de qualquer coisa e de posições político-ideológicas, temos que acreditar em dias melhores e ter esperança em nossa gente ( o povo brasileiro ), que somos todos nós. A solução para o nosso Brasil, não está nas mãos dos políticos e de nenhum poder ( Executivo, Legislativo e Judiciário ). A solução está nas mãos do povo brasileiro, está nas nossas mãos, SIM! Porém, caberá a cada um de nós, seja quem for e de onde for, tentar resolver os nossos problemas, pois, na verdade, se formos pensar direitinho e fazer análises cuidadosas, os nossos problemas, foram nós que criamos mesmos.

Dizem, que a nossa representação política nas Câmaras de Vereadores, nas Assembléias Legislativas, no Congresso Nacional e nos governos municipais, estaduais e federal, SÃO A NOSSA CARA. Será isso mesmo? Então, quer dizer se a maioria é ladrão e corrupto, nós, o povo brasileiro, também somos? É isso mesmo? Será que a nossa representação, é a nossa cara mesmo? Não, não concordo de maneira alguma! Respeito às opiniões em contrário, porém, não aceito esta história de dizer, que a nossa representação é a nossa cara. Isso não!

Se votei errado, ou se votamos errado, é por que fomos enganados, SIM! Fomos enganados por candidatos maldosos, inescrupulosos e corruptos, sem vergonhas, verdadeiros políticos profissionais. Fomos enganados por um marketing político falso, por promessas demagógicas, por um guia eleitoral gratuito, no rádio e TV, que deveriam se acabar urgentemente, pois, de gratuito não tem nada, e até nisso, somos também enganados.

Sabem quanto custa a propaganda política dos partidos políticos no rádio e TV? Cerca de 1,3 bilhões por ano. Sabem quanto custa o famigerado fundo partidário, que abastece e alimenta os partidos políticos no Brasil? Cerca de 4,5 bilhões por ano. E agora, os senhores deputados federais, estão querendo aprovar mais 3,6 bilhões por ano, para gastar nas campanhas políticas, no lugar das doações empresariais que foram extintas. Já pensou? Toda essa dinheirama vindo do nosso bolso, do bolso do povo brasileiro, dos cofres públicos da nação, que é dinheiro do povo. Isso é um verdadeiro escárnio, um escândalo, uma tapa constante na cara do povo brasileiro!

Sem falar nas EMENDAS PARLAMENTARES, que é outro assunto , com muito dinheiro público também, que beneficia e faz a festa de 513 deputados federais e 81 senadores. E sabem também quanto custa estas tais Emendas Parlamentares? Cerca de 10 bilhões por ano, ou seja, cada parlamentar em média, pode manipular cerca de 15 milhões/ano, com estas Emendas. Já pensou, quanto desperdício de dinheiro público, com essa gente sem futuro e com os partidos políticos?

Então minha gente, é chegada a hora de dar um basta em tudo isso. CHEGA! Pra que dinheiro público para partidos políticos? Pra que dinheiro público para políticos fazerem campanhas eleitorais? Isso é um absurdo! Que os políticos façam campanhas com seus recursos próprios, por que não? Que os partidos, se mantenham com recursos de seus filiados, por que não? CHEGA! Dinheiro público, deve ser direcionado para outras prioridades e necessidades do país e seu povo, isso SIM!

Aliás, em tese, não sou contra partidos políticos, até acho que quanto mais, melhor, porém, que eles sejam financiados com recursos de seus filiados e apoiadores, e não com dinheiro do povo, com dinheiro público, isso NÃO! É hora de acabar com essa pouca vergonha. CHEGA! Além disso, temos que dar uma peneirada na qualidade de nossos candidatos, e para isso, seria necessário cursos de formação política e concurso público.

Isso mesmo, concurso público, com provas escritas e orais, com provas de títulos, com certidão da vida pregressa dos candidatos e com exame de sanidade mental. Tudo isso, pelo menos seis meses antes das convenções partidárias. E com isso, só poderiam sair candidatos a algum cargo eletivo, quem passasse no concurso público e ponto final. É preciso qualificar os nossos candidatos e fazer uma peneirada para evitar possíveis candidatos inescrupulosos e corruptos.

Então, fica a sugestão para futuros Projetos de Leis, PEC´S e Medidas Provisórias nesse sentido. Vamos ver, qual o deputado, o senador ou o político, que tenha coragem de trazer esses temas de extrema e urgência relevância para o debate nacional? Será que vai aparecer algum? Resumindo: Só de gastos com Partidos Políticos, com Guia Eleitoral, com dinheiro para campanhas políticas e com Emendas Parlamentares, o Brasil gastará cerca de 19,4 bilhões por ano. Já pensou?

Isso é um absurdo! Uma verdadeira tapa constante na nossa cara, na cara do povo brasileiro. CHEGA! O Brasil não pode mais continuar desse jeito, gastando dinheiro público, que é do povo, com políticos e partidos políticos. CHEGA! Se querem fazer reformas e ajustes fiscais, que comecem por aqui, cortando na carne dos políticos e dos partidos, e aí, outras reformas virão, caso contrário, tudo será mais uma grande enganação e o povo brasileiro vai continuar sofrendo e pagando uma conta que não é sua. CHEGA!

Viva um NOVO Brasil!

Sidebar Menu