4 possibilidades para o apocalipse segundo Stephen Hawking

 O mundialmente famoso físico britânico Stephen Hawking foi convidado pela rádio BBC 4 para conversar sobre vários temas, e um deles era sua visão de “fim do mundo”. Hawking levantou quatro possiblidades para como a vida na Terra, ou pelo a vida dos humanos na Terra, poderia chegar ao fim.

Ele explica que, atualmente, nenhuma dessas possibilidades tem chances muito altas de se concretizar. Contudo, a cada ano, esses desastres se tornam mais possíveis, uma vez que as condições para isso estão se acumulando em velocidade considerável. Confira as quatro possibilites para o fim da humanidade segundo o físico.

1. Inteligência artificial

Assim como muitos cineastas e roteiristas, Hawking acredita que a criação de uma máquina com inteligência artificial plena, capaz de superar ou igualar a capacidade humana, seria algo muito perigoso.

“As máquinas iriam evoluir sozinhas, refazer o próprio projeto a uma velocidade cada vez maior. Humanos, que são limitados por uma evolução biológica lenta, não poderiam competir e seriam substituídos” disse ele à BBC.

Uma imensa variedade de filmes aborda essa possibilidade, sendo a franquia O Exterminador do Futuro a mais icônica dos tempos atuais.

2. Guerra nuclear

Hawking acredita que a proliferação de armas nucleares pelo mundo só torna a nossa situação mais perigosa. Caso uma guerra nuclear irrompa, o atual arsenal de armas desse tipo já tem capacidade para extinguir toda a vida no planeta.

3. Vírus criado

A engenharia genética é uma área muito importante para o avanço da ciência na área da saúde, mas é também a que mais levanta preocupações quanto a possíveis acidentes. Imagine se um vírus criado pelo homem acabasse escapando de um laboratório e infectasse todo mundo em uma pandemia?

“No longo prazo, fico mais preocupado com a biologia. Armas nucleares precisam de instalações grandes, mas engenharia genética pode ser feita em um pequeno laboratório. Você não consegue regulamentar cada laboratório do mundo. O perigo é que, seja por um acidente ou algo planejado, criemos um vírus que possa nos destruir. Não acho que a raça humana vai sobreviver aos próximos mil anos, a não ser que nos espalhemos pelo espaço. Há muitos acidentes que podem afetar a vida em um único planeta”, teme o físico.

4. Aquecimento global

Hawking acredita que, na pior das hipóteses, a Terra poderia se tornar um planeta como Vênus devido ao aquecimento global. Ele explica que esse efeito é uma das consequências mais graves da nossa ação no mundo. A partir de certo ponto, o aquecimento global poderia se tornar um ciclo vicioso em que, quanto mais quente, mais calor o planeta seria capaz de absorver do Sol.

“O derretimento das calotas polares vai reduzir a quantidade de energia solar refletida de volta para o espaço e, assim, aumentar ainda mais a temperatura. Não sabemos se o aquecimento global vai parar, mas o pior cenário possível é que a Terra se transforme em um planeta como Vênus, com uma temperatura de 250 graus na superfície e chuvas de ácido sulfúrico”, imagina Hawking.

 

Aplicativo desenvolvido na Paraíba atinge a marca de 100 mil usuários



 Uma startup paraibana criou um aplicativo que está dando o que falar. O InSpy permite o gerenciamento de informações do Instagram. Com ele, os usuários da rede social podem monitorar todas as curtidas e comentários de um determinado perfil de forma simples e organizada.

Em setembro deste ano, Juarez Batista, criador do aplicativo, viajou ao Vale do Silício para participar do Techcrunch Disrupt, considerado um dos maiores eventostecnologia do mundo. O convite foi feito pelo SebraePB, que selecionou dez startups da Paraíba para irem ao evento.

Dia 24 de outubro, o reconhecimento da importância do InSpy aconteceu em casa. Durante a terceira edição do Sebrae Startup Day, concorrendo com onze startups, o app levou o primeiro lugar. Além de receber o troféu, o aplicativo recebeu como prêmio a apresentação como startup convidada no evento Case 2015 em São Paulo; 100 horas de uso do coworking Jump, em Recife; um dia de visitas ao ecossistema de empreendedorismo de Recife (PD, Jump, Cesar e algumas startups); quatro horas de mentoria com atores do ecossistema de Recife entre eles empreendedores, investidores e consultores; um mês de coworking no ClubJob; e mentoria na Techmall de Minas Gerais.

A intenção é levar o InSpy para mais usuários fora do Brasil, por isso, o aplicativo está disponível para as plataformas iOS e Android em inglês, espanhol e português.

Nada mais que justo para um projeto que já tem parte dos adeptos morando fora do Brasil. Como explica melhor Juarez Batista Neto, “30% das pessoas que utilizam o aplicativo são americanas. Além de brasileiros, temos usuários nos Estados Unidos, Reino Unido, Turquia, Portugal, Canadá e diversos outros países. Ficamos muito felizes em receber essa premiação”.

Entre as pessoas que usam o InSpy estão principalmente pais que se preocupam com o que os filhos fazem nas redes sociais, casais e fãs que buscam informações sobre o ídolo.

Mais do que uma organização do feed de atividades dos usuários do Instagram, o InSpy tem a proposta de aproximar pessoas. “Para a maioria das pessoas, iniciar uma conversa é muito difícil. O InSpy possibilita que um usuário conheça melhor os gostos de quem ele segue e, com isso, encontre uma desculpa para se aproximar”, explica Juarez.

O aplicativo tem uma versão gratuita que permite ver até cinco interações por dia de cada perfil espiado, na qual o usuário pode ver os comentários e curtidas do seu amigo, paquera, filho, etc. Os mais curiosos podem aderir a versão paga por US$ 0,99 e desbloquear a versão ilimitada, que permite ver a atividade de um determinado perfil no Instagram.

No caso da versão paga, o usuário marca o perfil que quer seguir e recebe alertas quando seu “espiado” curtir ou comentar uma foto. Vale lembrar que quem é “espiado” não sabe que está sendo seguido.

AirBuddy: conecte seu dispositivo a outros aparelhos com tecnologia AirPlay



 AirBuddy é o app com o qual o usuário pode receber e enviar arquivos de mídia de dispositivos Android para outros aparelhos, inclusive com sistema iOS. A transmissão é feita pela rede ou através da tecnologia AirPlay. A ferramenta leva fotos, vídeos e músicas do Android para aparelhos como o Kindle Fire, Chromecast, Apple TV e Amazon TV.

Com este aplicativo o usuário pode parear dispositivos Android de maneira simples com outros aparelhos da mesma rede doméstica. Seu grande diferencial é a possibilidade de ampliar o compartilhamento de arquivos com produtos da Apple. De forma simples, ele permitir parear o Android com Mac e com uma Apple TV através da tecnologia AirPlay.

Mas não é só isso. O aplicativo amplia as possibilidades de pareamento do sistema operacional do google com diversos dispositivos. O usuário pode vincular seu aparelho com um iPad, iPhone e iPod Touch e computadores que tenham o iTunes instalado. Ele também permite a transmissão de mídias entre outros dispositivos Android que tenham o AirBuddy instalado.

O AirBuddy também pode ser utilizado em conjunto com o app oficial do YouTube para transmitir os vídeos acessados no celular ou no tablet para qualquer um dos dispositivos suportados como a Apple TV e outros aparelhos. Faça já download do AirBuddy e disfrute!

Microsoft diz que Windows 10 estará disponível em 29 de julho



 A Microsoft disse nesta segunda-feira (1º) que seu novo sistema operacional Windows 10 estará disponível globalmente em 29 de julho, como uma atualização gratuita para usuários das versões mais recentes do Windows.

A maior empresa de software do mundo disse mais cedo que o Windows 10 seria lançado neste verão do hemisfério Norte.

O Windows 10, que traz de volta o menu Iniciar e roda em PCs, tablets e smartphones, é a mais recente tentativa da Microsoft de ganhar usuários de dispositivos móveis e tem um novo navegador denominado "Edge".

Ele será oferecido como uma atualização gratuita para usuários do Windows 7 e 8.1, estratégia anunciada em janeiro, desenhada para capturar o máximo de usuários possíveis.

A Microsoft também disse que novos PCs e tablets que rodam Windows 10 serão vendidos a partir de 29 de julho, enquanto o Windows 10 para outros aparelhos como smartphones estará disponível mais tarde neste ano.

 

Sidebar Menu