Não percam na próxima sexta e sábado, Virada Cultural no Parque 2018



Se trata de um grande evento a serem realizados na sexta e sábado eque servirá para o lazer dos adultos e das crianças.

Serão dois dias de muita festa e com várias apresentações tudo organizado por Dema Macedo e pelos abnegados membros da equipe que zelam pelos Parque Parahyba I e II.

Lamentavelmente no que diz respeito a limpeza e poda dos matos que surgem a Prefeitura Municipál não vem cumprindo a sua parte em que pese os contantes apelos dos Membros do Comitê que gerenciam auqeles dois importantes  espaços públicos.  

 

 

 

Justiça eleitoral condena instituto de pesquisa a pagar multa de R$ 10 mil



Justiça eleitoral condena instituto de pesquisa a pagar multa de R$ 10 mil
O juiz da Propaganda Eleitoral do TRE-PB, Keops de Vasconcelos Amaral Vieira Pires, determinou o pagamento de multa de R$ 10 mil, pela empresa Real Time Big Data, que realizou e divulgou pesquisa de opinião pública, sem fornecer informações que comprovem sua transparência e veracidade. A multa pode ser diária e até aumentar de valor, segundo a Justiça, em caso de descumprimento da decisão. O requerimento de acesso ao sistema de controle para verificação e fiscalização sobre a coleta dos dados foi feito pela Coligação “Porque o Povo Quer”. Além da decisão do TRE-PB, o Ministério Público Eleitoral na Paraíba, por determinação do procurador Rodolfo Alves Silva, vai instaurar procedimento para apurar a ocorrência de crimes eleitorais.

Segundo a petição apresentada pela Coligação, a empresa reiteradamente continua sem trazer aos autos os elementos que permitam a checagem dos resultados publicados, sem indicar os dados relativos à observância da amostragem/estratificação sugerida; a efetiva realização das perguntas ou das respostas, assim como só forneceu quadro parcial das supostas entrevistas, sempre requerendo mais prazo para informar o nome dos entrevistadores. “Desse modo, diante da cada vez mais forte hipótese de se estar diante de um quadro de fraude, requer-se a aplicação de multa diária por desobediência/retardamento, assim como a remessa de cópia à Procuradoria Regional Eleitoral para apuração de crime”, diz o texto apresentado à Justiça.

 

A Coligação pede novamente que a Justiça determine o envio, por parte da empresa, dos mapas e todos os dados individualizados e detalhados sobre a amostragem, incluindo o perfil, no qual não consta qualquer pergunta capaz de identificar o entrevistado, como nome ou documento. O documento também trata da falta de transparência quando às coletas realizadas, além dos nomes dos entrevistadores, assim como as gravações das respectivas ligações telefônicas efetivadas.

 

Na decisão do juiz, ele ratifica a petição da Coligação, já que após análise da documentação apresentada pela empresa, não houve o cumprimento integral da primeira determinação judicial, “pois se limitou a listar os nomes dos entrevistadores, sem qualquer outro elemento de identificação que permita uma correta e completa fiscalização, em especial os números dos CPFs de tais entrevistadores”. Diante do exposto, pela reiterada atitude da empresa em descumprir uma determinação judicial, o magistrado condenou a empresa na pena de multa correspondente a R$ 10 mil por dia, até o efetivo e integral cumprimento judicial, “concedendo-lhe novamente o prazo de 24 horas para cumprimento, sob pena de ser elevada a multa já aplicada”.

DOCUMENTO TRE - PB

Redação com Assessoria Pauta PB

URGÊNCIA - Fabiano Gomes passa mal no PB-1 e é socorrido para hospital de JP



O comunicador Fabiano Gomes foi socorrido, na noite desta terça-feira (18), para o Hospital Ortotrauma de Mangabeira após passar mal no Complexo PB-1, onde está preso há 25 dias. A defesa do apresentador requereu na Justiça, semana passada, prisão domiciliar e internação dele após agravamento do seu quadro de saúde.

Ao Portal MaisPB a diretora do Ortotrauma, Jaqueline Aciole, explicou que o comunicador apresenta dores no peito e permanece em observação para realização de um eletrocardiograma, que investigará se há problemas mais graves ou se ele foi acometido por um pico de estresse.

Desde que foi encaminhado para o PB-1, esta é quarta vez que o apresentador apresenta problemas de saúde e é socorrido pelo Samu.

MaisPB

Luiz Couto afirma que a política paraibana está contaminada pelo crime organizado



Paraiba.com.br
Foto: Wallison Bezerra
O deputado federal e candidato a senador pelo PT, Luiz Couto afirmou na tarde desta terça-feira (18) que o crime organizado está presente tanto, na política paraibana quanto na brasileira. ‘O que se vê nos dias de hoje são políticos sendo financiados por este poder paralelo e a Paraíba também participa dessas negociatas", disse o deputado que não quis citar nomes.

Durante entrevista ao Programa Arapuan Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação, Luiz Couto alertou que é necessário e urgente reestruturar a política brasileira para que ela se torne um espaço, um serviço em benefício do povo, " pois o que se vê nos dias atuais é que muitos políticos estão usando a política para se esconder e se proteger de suas ações maléficas", completou.

"De um lado temos o narcotráfico e do outro os milicianos ganhando dinheiro com a morte e o sofrimento de muita gente e temos que mudar essa situação porque, do contrário, vamos virar uma Colômbia", alertou o candidato que defende uma investigação rigorosa por parte da Polícia Federal por meio de sistemas de inteligência.

Sobre a invasão ocorrida no presídio PB-I, Luiz Couto afirmou que foi uma ação muito bem orquestrada e organizada e que por isso precisa ser investigada a fundo. ‘ O trabalho foi muito bem feito e tem gente por trás de tudo isso", alertou ao destacar ainda que a Segurança Pública precisa passar por uma reformulação porque não atende mais às necessidades da população.

João é recebido por pastor Estevam, que projeta êxito em sua caminhada política




Por Redação Paraíba Já - 18 de setembro de 2018 às 17:05

João é recebido por pastor Estevam, que projeta êxito em sua caminhada política
O candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo, deu uma pausa em sua extensa agenda de campanha para ser recebido pelo pastor Estevam Fernandes, presidente da Primeira Igreja Batista de João Pessoa (PIBJP).

No encontro, que ocorreu no Templo Central da Primeira Igreja, no Centro da Capital, João reafirmou sua admiração pessoal por pastor Estevam, e elogiou o trabalho missionário desenvolvido pela PIBJP, sobretudo em áreas de maior vulnerabilidade da cidade, como por exemplo o bairro São José.

João também destacou que a ação desenvolvida por igrejas como a PIBJP tem tido papel fundamental na busca incessante do Estado pela redução da desigualdade social e da violência. Para o candidato do PSB, é preciso, cada vez mais, o poder público estabelecer parcerias com igrejas e Organizações não Governamentais (ONGs) sérias.

Ao término do encontro, pastor Estevam orou pela vida de João, pediu que Deus o projeta e projetou que o candidato do PSB logrará êxito em caminhada política.

Erradicação da pobreza

Considerado um dos mais respeitados líderes religiosos do país, pastor Estevam Fernandes é membro do conselho gestor do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza no Estado da Paraíba (Funcep-PB) desde o primeiro mandato do governador Ricardo Coutinho (PSB).

O Funcep-PB é um instrumento do Governo do Estado que visa a promover o acesso dos paraibanos a níveis dignos de subsistência. Mensalmente, várias entidades são beneficiadas com o repasse de recursos financeiros por meio de projetos aprovados pelo conselho gestor.

Os recursos do Funcep-PB são oriundos do ICMS de produtos considerados supérfluos (como cigarros, bebidas, embarcações) e aplicados, exclusivamente, em ações suplementares de nutrição, habitação, educação, saúde, saneamento básico, reforço de renda familiar e outros programas de interesse social, voltados para a melhoria da qualidade de vida dos paraibanos.

Sidebar Menu