Globo corrige erro de localização das itacoatiaras de Ingá

 

Hoje pela manhã recebo inúmeros telefonemas e ZAPs de colegas de trabalhos e amigos outros que assistiram pela manhã no programa Globo Natureza vídeo onde a Majestosa Rede Globo se redime do impagável erro de divulgar nossas Itacoatiaras como sendo localizadas no Lajedo de Pai Mateus o que nos causou enormes prejuízos de diversas modalidades.

Como todos o Secretario de Turismo de Ingá Vava da Luz foi INTE a direção daquela emissora e deu pinote de todo tamanho querendo suas pedras de volta.

Confesso que fico surpreso e agradecido com o tratamento a mim dispensado de Velho Brigão e ao mesmo tempo feliz com a seriedade com que a Direção da empresa atendeu nossas suplicas.


Governo lançará programa para aumentar renda de beneficiários do Bolsa Família


Fonte: Agência Brasil
Para estimular o aumento da renda dos beneficiários do Bolsa Família, o governo lança hoje (26) o programa Plano Progredir que, além de capacitação, vai disponibilizar R$ 3 bilhões por ano em linha de microcrédito. Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra (foto), a meta inicial do programa é atender, nos próximos 12 meses, entre 1 milhão e 1,5 milhão de famílias cadastradas no Bolsa Família. Atualmente, 13 milhões de famílias recebem o benefício.

“O objetivo é que essas pessoas possam progredir, ter uma vida melhor, uma renda melhor. Acho que o Bolsa Família não é objetivo de vida de ninguém. A média do Bolsa Família é de R$ 180. [O programa] é para evitar que as famílias mais pobres cheguem à miséria. Um programa para que essas pessoas possam se manter enquanto não tiverem outra opção. O que estamos buscando é dar outra opção”, disse Osmar Terra à Agência Brasil.


Foto: Agência Brasil

De acordo com o ministro, a adesão ao Progredir e o eventual aumento da renda, caso o beneficiário consiga um emprego, não acarretará na exclusão imediata do Bolsa Família.

“Não vai ter exclusão automática de ninguém do programa. Vamos, inclusive, manter o Bolsa Família por dois anos para quem conseguir emprego com carteira assinada e ganhar até dois salários mínimos. Teremos uma série de regras que garantam que essas pessoas tenham o Bolsa Família enquanto precisarem, mas que elas possam almejar ter uma vida melhor”, argumentou o ministro. Além disso, as famílias que deixarem o Bolsa Família mas, posteriormente, perderem a nova fonte de renda poderão voltar a receber o benefício.

Segundo Osmar Terra, em parceria com o programa, grandes empresas disponibilizarão vagas de empregos especificamente para beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único. “Os maiores empregadores do Brasil estabelecerão uma cota de emprego para o público do Bolsa Família. Estamos com um amplo programa de capacitação de mão de obra com o Pronatec [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego], Sistema S, vários níveis de capacitação. Teremos programa de qualificação, empreendedorismo e geração de emprego”.

As informações sobre o programa serão repassadas às famílias pelo sistema de pagamentos, pelos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e também pela internet. “As pessoas vão poder se cadastrar em um portal que vamos criar, regionalizado, em que as pessoas interessadas em emprego se cadastrem e as empresas oferecem as vagas. Isso vai ser um salto importante no que tem hoje em relação ao programa”, explicou Terra.

A cerimônia de lançamento do programa está marcada para amanhã (26), às 11h, no Palácio do Planalto.


Cássio diz que o prefeito Romero Rodrigues “tem que ter uma chance” para disputar o Governo, em 2018

 
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), deu mais uma demonstração de que pretende apoiar a candidatura do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) ao governo do Estado, como representante das oposições no Estado.

Em entrevista a Rádio “Campina FM”, ele disse que quer ser empecilho ou impedimento para a unidade das oposições”, o que poderá implicar na priorização, dentro do PSDB, da candidatura do prefeito campinense ao governo estadual.

– Romero tem que ter uma chance – sublinhou Cássio, admitindo que o prefeito campinense, no partido, tem no momento mais condições do que ele próprio para encarnar essa candidatura a governador.

Romero – Recentemente, o prefeito campinense pediu que direção do PSDB não atrapalhe a sua visibilidade.

Romero Rodrigues e o ex-deputado Ruy Carneiro, presidente do PSDB/PB, trocaram algumas palavras.

Em duas oportunidades, Romero renovou a ponderação, em forma de apelo, para que a direção ´tucana´, se não deseja estimular, não atue para obstacular a visibilidade de um filiado que se coloca à disposição do eleitorado para as eleições vindouras.


PB Agora


Estabelecimentos de João Pessoa terão selo que avalia o grau de acessibilidade

 O vereador Lucas de Brito (PSL/Livres) apresentou um Projeto de Lei para estimular as práticas de acessibilidade nos estabelecimentos de João Pessoa. O PL 356/17 cria o ‘Selo Estabelecimento Acessível‘ tem o intuito de premiar os locais comerciais e de serviços, inclusive nos segmentos de saúde e de educação, reconhecendo aqueles que investem em práticas de inclusão para pessoas com deficiências ou com mobilidade reduzida.

A intenção, segundo o parlamentar, é promover atendimento qualificado aos consumidores e contribuir para que empresas, órgãos, associações e entidades – públicas e privadas – adéquem suas estruturas ao que exigem as normas técnicas. “Esta é uma maneira simples e criativa de estimularmos a iniciativa privada e entidades públicas a não apenas implementarem intervenções pontuais em suas estruturas, mas a se tornarem plenamente acessíveis”, defendeu Lucas.

O texto ainda prevê a criação da Comissão de Acessibilidade no Município de João Pessoa. Segundo o projeto do parlamentar, a equipe seria responsável por realizar visitas e fiscalizações em estabelecimentos da Capital para conferir selos que meçam em número de estrelas o grau de acessibilidade do estabelecimento. Quando o local for plenamente acessível, receberá um selo de cinco estrelas, variando até uma estrela, indicando o grau mínimo de acessibilidade.

De posse deste selo, o estabelecimento poderá utilizá-lo em todas as suas campanhas publicitárias, pelo prazo máximo de dois anos, podendo ser renovado por igual período, mediante nova fiscalização por parte da Comissão de Acessibilidade. “A iniciativa também auxiliará o trabalho dos órgãos de controle e fiscalização no que concerne a sancionar os estabelecimentos que não respeitem a legislação relacionada à acessibilidade, com o envio de relatórios, para serem transformados em notificações, multas e até mesmo interdições”, continua o vereador.

O tema é uma das bandeiras do mandato do parlamentar que vem atuando para melhorar a qualidade das pessoas que têm limitações na locomoção. É do vereador a autoria do Projeto de Lei que visa à padronização das calçadas ou passeios públicos em João Pessoa, facilitando o deslocamento dos cidadãos, principalmente os de mobilidade reduzida, contribuindo, assim, para proporcionar acessibilidade às pessoas e evitar acidentes.


“Meu professor de política é Jair Bolsonaro; ele é o meu líder”, diz novo presidente do PEN na Paraíba


Julian Lemos assume a presidência no lugar de Juracy Mendes, irmão do deputado estadual Branco Mendes

Por: Larissa Claro


Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
O Partido Ecológico Nacional (PEN), futuro “Patriota”, está de dirigente novo na Paraíba. Consultor de segurança e empresário da área de tecnologia, Julian Lemos, assume o espaço então ocupado pelo irmão do deputado estadual Branco Mendes, Juracy Mendes, e deixa claro qual será o papel do partido nas eleições de 2018: trabalhar para eleger o polêmico deputado federal Jair Bolsonaro presidente da República.

Leia também: Impasse na votação da reforma política tranquiliza políticos filiados a pequenos partidos

STJ mantém condenação de Bolsonaro por ofensas a Maria do Rosário

De acordo com Julian, ele já responde pelas articulações do PEN no estado e deverá soltar uma nota oficial nos próximos dias. Embora nunca tenha feito política partidária, o dirigente explicou que sua ligação com Bolsonaro foi o fator determinante para fazê-lo assumir a sigla no estado.

“Essa articulação existe pelo fato de além de eu ser da mais alta confiança do deputado Jair Bolsonaro, já desenvolver um trabalho com ele aqui, de levar as propostas dele, entendermos que podemos fazer uma construção em cima de uma ideologia diferente de política, que é o que tem sido a plataforma do Jair em todo o Brasil”, disse.

O empresário ressaltou que o partido será rígido nas suas diretrizes e que os valores preservados pela legenda serão inegociáveis. “Acreditamos que podemos fazer alguma coisa no Brasil sem a corrupção, o conchavo, rolando grana para todo lado. Baseado nisso, as escolhas do partido serão feitas dessa forma. O estatuto do partido deixa claro que não faremos nenhuma coligação com os partidos de esquerda e a nossa ideologia será muito forte a frente do partido”, adiantou.

Diante disso, os deputados estaduais Branco Mendes e Edmilson Soares, aliados do governador Ricardo Coutinho, ficarão em uma situação delicada dentro do partido. Segundo Julian, a nova direção não tem a intenção de “expurgar” ninguém, contudo, eles terão que seguir a linha imposta pela direção estadual. “Eles é que vão ver se seguem as diretrizes do partido. Eles vão falar por eles. Baseado na aliança com o governo do estado não se encaixaria dentro da nossa forma de ver a política que precisamos para o nosso estado e para o nosso Brasil”, disse.

O novo dirigente partidário disse ainda que vai trabalhar para filiar bons nomes da política e não adiantou se vai disputar um cargo em 2018. Estreante na política partidária, Julian ressalta que tem na figura de Jair Bolsonaro um professor: “Eu venho em cima de movimentos pró-República, de patriotismo, estudando tudo isso. Então eu tenho um professor, que é o Jair Bolsonaro. Ele é o meu líder político. A gente tem caminhado há alguns anos ao lado dele e ninguém melhor do ele para ensinar o que é política”, afirmou.


Governo do Estado paga servidores nas próximas quinta e sexta-feira


Serão R$ 338 milhões injetados na economia paraibana com o pagamento da folha de pessoal do Governo do Estado

Por: Blog do Gordinho

O governador Ricardo Coutinho anunciou, na tarde desta segunda-feira (25), o pagamento do funcionalismo público, dentro do mês trabalhado. Os aposentados e pensionistas receberão na próxima quinta-feira (28), e, os servidores estaduais da ativa na sexta-feira (29). O anúncio foi feito durante o programa “Fala Governador”, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara.

Serão R$ 338 milhões injetados na economia paraibana com o pagamento da folha de pessoal do Governo do Estado. Ricardo declarou que o compromisso e respeito para os servidores estaduais continuará mantido

“Este é mais um mês que estamos conseguindo pagar a folha dentro do mês trabalhado. Isso, infelizmente, hoje em dia, é luxo no Brasil. Estamos conseguindo equilibrar as coisas, levar adiante o Estado, começar novas obras e assim caminha a Paraíba. Essa é a boa nova que gosto de compartilhar com os paraibanos”, declarou o governador.


TRF-5 aceita recurso do Governo do Estado e derruba decisão que determinava o retorno do racionamento em CG

 
Decisão garante que as cidades abastecidas pelo açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) terão água normalmente

Por: Blog do Gordinho

O presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife, Manuel Erhardt, aceitou o recurso do Governo do Estado e derrubou a decisão do juiz substituto Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara Federal de Campina Grande, que determinava o retorno do racionamento de água em Campina Grande e 18 cidades da região.

A decisão garante que as cidades abastecidas pelo açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) terão água normalmente.

A confirmação foi dada pelo procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, que afirmou que o governo teria até amanhã para interromper o abastecimento, mas a liminar concedida na tarde desta segunda-feira (25) evita qualquer alteração no quadro.

O governador Ricardo Coutinho (PSB) comemorou a decisão, mas classificou de ‘surreal’ a disputa que está sendo feita com o caso.

“A decisão dar uma tranqüilidade para o governo pela forma como essa disputa estava sendo feita. É surreal. Não tinham argumentos simplesmente. Ninguém compreendia a tal precaução de voltar ao racionamento mesmo hoje entrando mais água do que saindo. Estava preocupado, pois se não saísse hoje à decisão, teríamos de desligar amanhã as bombas. Quem vive no racionamento sabe a pancada que sofre”, comentou o socialista.


Ministério de Minas e Energia confirma vigência do horário de verão


Neste ano, o horário de verão vai começar no dia 15 de outubro, quando todos deverão adiantar os relógios em uma hora. O termino acontece em 17 de fevereiro de 2018

Agência Estado
Agencia Camara
O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, confirmou a manutenção do horário de verão para este ano
O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, confirmou a manutenção do horário de verão para este ano. Segundo ele, o governo avaliou que não haveria tempo hábil para fazer uma consulta à população sobre o assunto para tomar uma decisão válida para este ano. A enquete, no entanto, será realizada, mas com mais tempo para que a população possa opinar e para que o governo possa avaliar os resultados e deliberar sobre a questão.

"Queremos fazer uma consulta à população com mais tempo, como a Casa Civil já anunciou", disse o ministro ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. "Ficou apertado. Vamos fazer esse levantamento e, dependendo de como for a reação, avaliamos isso mais para frente."

Neste ano, o horário de verão vai começar no dia 15 de outubro, quando todos deverão adiantar os relógios em uma hora. O horário de verão termina no dia 17 de fevereiro.

Estudos realizados pelo Ministério de Minas e Energia apontam que o horário de verão não proporciona economia de energia, conforme adiantou o Broadcast em junho. Isso se deve principalmente à popularização dos aparelhos de ar condicionado, item que consome muita energia.

O pico de demanda atualmente ocorre no início da tarde, entre 14 horas e 15 horas, quando a temperatura está mais alta. No passado, o "vilão" da conta de luz era o chuveiro elétrico e o momento de maior demanda ocorria entre o fim da tarde e o início da noite, entre 17 horas e 20 horas.


Receita Federal alerta para novo golpe realizado por correspondência


O CONTRIBUINTE RECEBE EM SUA CASA INTIMAÇÃO PARA REGULARIZAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS

NA CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA EM CASA, HÁ UM ENDEREÇO ELETRÔNICO PARA ACESSO E ATUALIZAÇÃO DE DADOS BANCÁRIOS (FOTO: RECEITA FEDERAL)
A Receita Federal alerta para golpe que está sendo realizado por via postal, e não por e-mail, como é comum. O contribuinte recebe, por correspondência, em sua casa, uma intimação para regularização de dados cadastrais. Nesta correspondência, há um endereço eletrônico para acesso e atualização de dados bancários. O endereço informado não tem nenhuma relação com o site da Receita, alertou o órgão.
Apesar de conter o logotipo e o nome da Receita Federal, a carta é uma tentativa de golpe e não é enviada pelo órgão nem tem sua aprovação. A orientação ao contribuinte é que, caso receba esse tipo de correspondência, destrua a carta e jamais acesse o endereço eletrônico indicado.

A Receita Federal adverte que, para fins de consulta, download de programas ou alterações de informações junto ao Fisco federal, não devem ser acessados endereços eletrônicos que não o oficial do Órgão. Caso o faça, o contribuinte estará sujeito a vírus e malwares, que podem roubar seus dados pessoais, bancários e fiscais.

No que se refere a dados bancários de pessoas físicas, o contribuinte só os informa à Receita Federal, a seu critério, para fins de débito automático ou depósito de restituição do Imposto de Renda. Em ambos os casos, a informação é fornecida na Declaração do Imposto de Renda e pode ser alterada por meio do Extrato da Dirpf no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

Caso o contribuinte não consiga utilizar os serviços virtuais, ele deve procurar um Centro de Atendimento ao Contribuinte nas Unidades da Receita Federal. Nenhum outro site ou endereço na Internet está habilitado a fazer procedimentos em nome da Receita Federal, ressaltou o órgão. (ABr)


Justiça Federal lança concurso para seis Estados do Nordeste

 
EDITAL OFERECE VAGAS DE ATÉ R$10 MIL EM AL, CE, PE, PB, RN E SE

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) divulgou, nesta segunda-feira (25), no site oficial da Instituição, o edital de abertura de inscrições para o concurso público para provimento de 14 vagas e formação de cadastro reserva de servidores na sede do Tribunal, em Recife-PE, e nas seções judiciárias da Justiça Federal dos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Sergipe.
As remunerações iniciais variam de R$ 6.376,41, para o cargo de Técnico Judiciário (nível médio), até R$ 10.461,90, para o cargo de Analista Judiciário (nível superior). Também acrescidas por um montante de R$ 884,00, referente ao auxílio-alimentação.

A realização do processo seletivo serão de responsabilidade da Fundação Carlos Chagas (FCC), e as inscrições estarão abertas de 2 a 27 de outubro. E a taxa de inscrição varia de acordo com o cargo desejado, sendo R$ 60,85 para Técnico Judiciário e R$ 70,85, para cargos de Analista Judiciário.


INSCRIÇÕES ESTARÃO ABERTAS DE 2 A 27 DE OUTUBRO (FOTO: GOOGLE STREET VIEW)
De acordo com o Edital, publicado no Diário Oficial da União de hoje, das 14 vagas oferecidas, três são para o cargo de Analista Judiciário da Área Judiciária, da Seção Judiciária em Pernambuco, sendo uma dessas vagas garantida ao candidato negro, em caso de aprovação. Duas outras vagas estão destinadas para ao cargo de Analista Judiciário Especialidade Informática/Infraestrutura nas Seções Judiciárias de Pernambuco e de Alagoas.

Também estão abertas duas vagas para o cargo de Analista Judiciário Especialidade Medicina (Clínica Geral) nas Seções Judiciárias de Pernambuco e do Ceará. Para o cargo de Analista Judiciário Especialidade Contadoria está sendo ofertada uma vaga na Seção Judiciária de Pernambuco.

Outras cinco vagas disponíveis são para o cargo de Técnico Judiciário da Área Administrativa, nas seguintes Seções Judiciárias: Pernambuco (2); Paraíba (2) e Rio Grande do Norte (1). Há, ainda, uma vaga para Técnico Judiciário da Área Administrativa Especialidade Segurança e Transporte para a Seção Judiciária na Paraíba.

Aos candidatos com deficiência também será garantido 5% dos cargos que vierem a vagar ou forem criados dentro do prazo de validade do concurso, que será de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do TRF 5ª Região. O regulamento e o Edital já estão disponíveis no menu “Concursos e Seleções” do site do TRF5: www.trf5.jus.br

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela Internet, a partir das 10h do dia 02/10/2017 até as 14h do dia 27/10/2017 (horário de Brasília), no endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br.

AS PROVAS

As provas Objetivas e Discursivas (redação ou estudo de caso) estão previstas para acontecer no dia 03/12/2017. Elas serão aplicadas pela manhã, para cargos de Técnico Judiciário (todas as áreas/especialidades), e, à tarde, para os cargos de Analista Judiciário. A prova de capacidade física para o cargo de Técnico Judiciário Especialidade Segurança e Transporte ocorrerá apenas em 2018.

As Provas Objetiva, Discursiva e Prática serão realizadas nas capitais Recife, João Pessoa, Natal, Fortaleza, Maceió e Aracaju, conforme opção de Estado de classificação indicada pelo candidato, no ato da inscrição.

A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas oportunamente, por meio de Edital de Convocação, tanto no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 5ª Região – Edição Administrativa (www.trf5.jus.br) quanto no site da Fundação Carlos Chagas, e por meio dos Cartões Informativos, que serão encaminhados aos candidatos via correio eletrônico (e-mail). Para tanto, é fundamental que o endereço eletrônico constante no Formulário de Inscrição esteja completo e correto. (Com informações da Divisão de Comunicação Social do TRF5)


Líder do Governo na Câmara garante que MP dos Refis não irá caducar

Billy Boss
Billy Boss


DEPUTADO ANDRÉ MOURA AFIRMOU QUE NOVO ACORDO SERÁ VOTADO ATÉ O FIM DA SEMANA

DEPUTADO ANDRÉ MOURA AFIRMOU QUE NOVO ACORDO SERÁ VOTADO ATÉ O FIM DA SEMANA. FOTO: BILLY BOSS/CÂMARA DOS DEPUTADOS
PUBLICIDADE

O líder do governo no Congresso Nacional, deputado André Moura (PSC-SE), afirmou na tarde desta segunda-feira, 25, que o Executivo não deixará caducar a medida provisória (MP) que cria o novo Refis. De acordo com o parlamentar sergipano, lideranças partidárias devem fechar ainda hoje um novo acordo com o governo sobre o texto da proposta, para tentar votá-la até o fim desta semana no plenário da Câmara.
“Fechamos ainda hoje o texto. Caducar, não, de maneira nenhuma”, afirmou Moura ao ser questionado se o governo continuava com a ideia de deixar a MP caducar, informação que circulava nos bastidores até a semana passada. A equipe econômica queria deixar a proposta perder a validade, pois já estaria satisfeita com a arrecadação com o programa até agora.

Moura e o líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), estão tendo uma série de reuniões nesta segunda-feira no Palácio do Planalto para tentar chegar a um acordo sobre o texto. Parlamentares correm contra o tempo para fechar o acordo antes do fim desta semana. Eles precisam aprovar as mudanças nas regras originais do Refis antes de sexta-feira, 29, data em que o prazo de adesão ao programa em vigor se encerra. (AE)


Odebrecht entrega comprovantes de R$4 milhões em ‘Doações‘ ao Instituto Lula


SEGUNDO EMPREITEIRO, ‘DOAÇÕES‘ ERAM, NA VERDADE, PROPINA A LULA

ALÉM DAS NOTAS FISCAIS, O EMPREITEIRO APRESENTOU UMA TROCA DE E-MAILS ENTRE ELE E EXECUTIVOS DO GRUPO SOBRE A DOAÇÃO DE R$ 4 MILHÕES
PUBLICIDADE

O empreiteiro Marcelo Odebrecht apresentou à Polícia Federal, na Operação Lava Jato, quatro recibos com doações de R$ 1 milhão cada ao Instituto Lula. O executivo, delator da Operação Lava Jato, vincula os repasses à planilha de propinas “italiano” – codinome usado por empreiteiros do grupo para o ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda/Casa Civil – Governos Lula e Dilma).
As notas têm as datas de 16 de dezembro de 2013, 31 de janeiro de 2014, 5 de março de 2014 e 31 de março de 2014. São numeradas – 0094, 108, 119 e 0129, respectivamente. Três estão carimbadas.

“Recebemos de Construtora Norberto Odebrecht S.A a importância de um milhão de reais”, diz o recibo. “Correspondentes a doação depositada na conta corrente do Banco do Brasil.”

Em depoimento à PF, Marcelo Odebrecht afirmou que ‘as cópias desses recibos foram extraídas do computador de Fernando Migliaccio‘.

“O que corrobora que os valores foram efetivamente descontados da planilha italiano, senão não haveria razão para estar de posse dele (Migliaccio)”, relatou o executivo.

Além das notas fiscais, o empreiteiro apresentou à Lava Jato uma troca de e-mails entre ele e executivos do grupo sobre a doação de R$ 4 milhões. Segundo Marcelo, os e-mails foram entregues em agosto deste ano, pois não haviam sido localizados na época em que fechou seu acordo e apresentou os anexos. As mensagens foram anexadas aos processos da Lava Jato na quinta-feira, 21.

A primeira mensagem foi enviada por Marcelo Odebrecht em 26 de novembro de 2013, às 12h32, para os executivos Alexandrino Alencar e Hilberto Silva – chefe do Setor de Operações Estruturadas, o departamento de propinas da empreiteira. Todos são delatores da Lava Jato.

“Italiano disse que o Japonês vai lhe procurar para um apoio formal ao inst de 4m (nao sabe se todo este ano, ou 2 este ano e 2 do outro). Vai sair de um saldo que o amigo de meu pai ainda tem comigo de 14 (coordenar com HS no que tange ao Credito) mas com MP no que tange ao discurso pois será formal”, afirmou Marcelo.

Em depoimento à PF, o empreiteiro explicou as siglas inseridas no e-mail. “Japonês corresponde a Paulo Okamotto; que a palavra “Inst.” corresponde ao Instituto Lula; que “4M” corresponde ao valor de R$ 4 milhões; que “HS” são as iniciais de Hilberto Silva; que “MP” deve corresponder ao responsável pela comunicação na construtora, já que tudo seria formal e teriam que ter um discurso para eventual esclarecimento público”, declarou.

Diariodopoder.com.br

 


Sidebar Menu